Fórmula 1 GP de Mônaco

F1: Ferrari pode adotar conceito importante da Red Bull para a chegada de Hamilton em 2025

Redução nos ganhos apresentados com as atualizações após três anos de regulamento estável pode ser catalisador por trás da decisão

Carlos Sainz, Ferrari SF-24

Aos poucos, a Ferrari parece aceitar que as atualizações na temporada 2024 da Fórmula 1 trazem cada vez mais retornos decrescentes, e isso vêm gerando rumores de que a equipe pode optar por uma grande mudança de direção para o carro de 2025 com a chegada de Lewis Hamilton.

E, em particular, poderia finalmente seguir o caminho que a Red Bull vem adotando de ter um conceito de suspensão dianteira pull-rod.

Leia também:

A Ferrari já conseguiu fazer progressos significativos este ano com seu SF-24, vencendo corridas e encontrando-se no centro de uma luta a três com Red Bull e McLaren que ainda pode envolver o campeonato.

Mas à medida que as equipes se aproximam do limite do que é possível com as regras atuais congeladas, fica cada vez mais difícil encontrar os louros que podem fazer a diferença na sua batalha pelo sucesso.

Um grande pacote de desenvolvimento que trouxe para o GP da Emilia Romagna proporcionou alguns bons ganhos, enquanto o próximo pacote aerodinâmico está definido para o GP da Grã-Bretanha – adiantando o projeto original para a Hungria.

Enquanto isso, veremos mais duas asas traseiras aparecerem, depois daquela de alto downforce que foi usada em Mônaco. Haverá uma versão de baixo arrasto no Canadá e depois uma que é mais adequada para circuitos de velocidade média da Espanha.

Mas a maneira como a Ferrari está atacando as melhorias está mudando, já que o chefe da equipe, Fred Vasseur, admitiu esta semana que os ganhos foram muito mais difíceis de obter.

“Com o teto de gastos e o regulamento atual, é preciso gerir os dois lados e traremos atualizações quando tivermos algo para trazer”, disse ele. “O que é preciso ter em mente é que há uma espécie de convergência de desempenho e a taxa de desenvolvimento é muito menor do que há dois anos".

“Isso significa que cada vez que alguém traz uma atualização, e acho que é verdade para nós, mas é verdade para todos, o ganho é menor do que era há dois anos, e isso é normal".

Os retornos decrescentes e o desejo da Ferrari de não aproveitar ao máximo o impulso que a equipe está obtendo agora alimentaram rumores de que a Ferrari poderia estar pronta para ser mais agressiva com mudanças em seu carro de 2025 do que talvez se esperasse meses atrás.

Os trabalhos já começaram no desafiante do próximo ano, com Vasseur afirmando que havia três projetos em andamento em Maranello.

“Parte da equipe está trabalhando nas próximas atualizações que veremos durante esta temporada, e outra já está focada no carro do próximo ano”, disse ele. “Já demos luz verde para o carro de 2025. Além disso, os trabalhos já começaram há algum tempo na unidade de energia 2026. No que diz respeito ao chassis e à aerodinâmica, podemos levantar algumas hipóteses, mas nada mais, uma vez que ainda não existem regulamentos".

As especulações sobre o carro de 2025 sugeriram que a Ferrari poderia estar disposta a fazer grandes mudanças nele, em vez de optar por uma evolução direta do SF-24, para que não desperdiçasse recursos com as regras de 2026.

Fontes sugeriram que os designers da Ferrari entenderam alguns aspectos-chave que trariam ganhos para o carro de 2025 e que podem fazer uma grande diferença nessa luta acirrada com Red Bull e McLaren.

E uma área de interesse é que, depois de anos fazendo suas próprias coisas, a Ferrari poderia estar preparada para uma mudança para a suspensão dianteira pull-rod – com a ideia de estar à frente do jogo neste aspecto, considerando que provavelmente faria a mudança em 2026 de qualquer maneira.

A Red Bull e a McLaren já possuem esta configuração, com o design claramente apresentando vantagens aerodinâmicas na melhoria do fluxo de ar ao redor da frente do carro e criticamente para os túneis de Venturi abaixo. Revisar a suspensão dessa forma exigiria um chassi totalmente novo, pois haveria a necessidade de novas fixações nos braços de suspensão e movimentação dos mecanismos internos.

Qualquer decisão de mudar a suspensão também pode abrir a porta para uma mudança de posição do cockpit, o que pode ajudar a melhorar a distribuição de peso à medida que a equipe busca ganhos em qualquer área que puder.

O movimento potencial da Ferrari em direção a um estilo de suspensão dianteira mais Red Bull ocorre no momento em que a equipe continua seus esforços para atrair Adrian Newey a bordo para ajudar a fornecer informações para seu carro de 2026, assim que ele for liberado de seu contrato atual no início do próximo ano.

Este ano, a Ferrari está sozinha na utilização de uma suspensão traseira pull-rod (a Haas também leva suas peças), mas está convencida de que não há ganhos significativos em ter o conceito push-rod que outras equipes têm nesta área do carro.

Falando no início deste ano sobre o motivo pelo qual não copiou outras equipes, o diretor técnico da Ferrari, Enrico Cardile, disse: “Na realidade, nossa suspensão traseira é um pouco diferente em termos de distribuição de braços superiores e inferiores em comparação com a da Red Bull, para mencionar uma equipe. .

“Registramos bons resultados aerodinâmicos nessa direção e ao passar de pull-rod para pushrod, não medimos uma grande vantagem que justificasse algum comprometimento em termos de peso ou conformidade. Então, a partir daí, evoluímos nossa suspensão, mantendo o mesmo layout".

BRIATORE 'de volta' à Alpine, que pode ser COMPRADA POR CHINESES! Antonelli CHOCA, Yuki na Audi e +

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Verstappen e RBR ameaçados em 2024?

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: McLaren ainda tenta compreender seu próprio sucesso com atualizações
Próximo artigo F1: Briatore está aconselhando grupo que quer comprar Alpine

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil