F1: CEO da McLaren diz ter "grandes preocupações" com aproximação entre Red Bull e AlphaTauri

Salto de performance do time italiano na reta final do campeonato chamou a atenção dos rivais para a aliança entre as equipes da marca de bebidas energéticas

Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT04, battles with Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Oscar Piastri, McLaren MCL60

Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT04, battles with Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Oscar Piastri, McLaren MCL60

Andy Hone / Motorsport Images

O CEO da McLaren, Zak Brown, diz ter "grandes preocupações" sobre a aproximação nas operações entre as equipes irmãs da Fórmula 1, Red Bull e AlphaTauri.

Com a temporada 2023 chegando ao fim, a AlphaTauri, que mudará de nome em 2024, trouxe uma série de atualizações agressivas para subir de último para a oitava posição no Mundial de Construtores. Enquanto isso, a Red Bull não fez mudanças significativas ao seu carro desde agosto.

Leia também:

Com as atualizações dando grandes ganhos em curvas de baixa velocidade à AlphaTauri - uma área de fraqueza para a Red Bull - as rivais questionam esse crescimento do time italiano e se esse compartilhamento de recursos pode ajudar a equipe austríaca a burlar suas restrições de uso de túnel de vento.

Enquanto Christian Horner, chefe da Red Bull, rechaçou as sugestões de que exista uma violação das regras, coma FIA realizando checagens de compliance, Brown disse que ainda tem "grandes preocupações" sobre essa aliança.

Falando com o Motorsport.com, o chefe da McLaren disse: "A pergunta de um milhão de dólares que ninguém sabe responder é: o quão cedo eles [Red Bull] pararam de mexer no carro deste ano?".

"Sabemos que eles venceram todos os outros na corrida de desenvolvimento e sabemos que nós reduzimos a diferença para a Red Bull. Mas o que ninguém sabe é: a Red Bull parou e nós o alcançamos, ou eles ainda estão desenvolvendo?".

"Temos grandes preocupações sobre a aliança entre AlphaTauri e Red Bull. Acho que isso é algo que precisa ser lidado no futuro. Então acho que o esporte ainda precisa fazer mais para garantir que todos sejam realmente independentes".

Nyck de Vries, AlphaTauri AT04, Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Lando Norris, McLaren MCL60

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Nyck de Vries, AlphaTauri AT04, Sergio Perez, Red Bull Racing RB19, Lando Norris, McLaren MCL60

As equipes podem formar alianças técnicas (atualmente, a mais notável e a relação de trabalho entre Haas e Ferrari) para a compra de componentes específicos, incluindo hidráulica, caixas de câmbio e suspensão.

Os temores de que Red Bull e AlphaTauri tenham ido além do permitido ganharam forças após a marca de bebidas energéticas mover parte da operação do time italiano de Faenza para o Reino Unido, visando reduzir custos operacionais ao consolidar a sede de aerodinâmica em Bicester.

"São duas equipes com o mesmo dono, o que não existiria em outros esportes. [Isso pode beneficiar a Red Bull] de várias formas. Há um motivo por trás dessa mudança de pessoal da Itália. Como Helmut [Marko] disse, eles vão fazer tudo possível para se beneficiarem do fato de terem duas equipes".

"Eu sei o que o regulamento diz. Mas acho que precisamos olhar para a governança em torno de alianças técnicas".

Motorsport Business #8 – THIAGO MARQUES: A INCRÍVEL jornada da Sprint e chegada AVASSALADORA da NASCAR

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Por que os pilotos de Fórmula 1 treinam tanto o pescoço?
Próximo artigo Como teria sido a temporada 2023 da F1 sem Verstappen e Red Bull no grid?

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil