F1 - Chefe da Alpine 'corneta' Alonso: "Vamos bater a Aston Martin enquanto ele estiver lá"

Otmar Szafnauer comparou a situação das duas equipes: a que chefia atualmente com a que liderou por 12 anos

Fernando Alonso, Alpine A522, Sebastian Vettel, Aston Martin AMR22

Fernando Alonso negou a oportunidade de estender sua permanência na Alpine para se juntar à Aston Martin na Fórmula 1. E mesmo com o chefe da Alpine, Otmar Szafnauer, falando recentemente que o relacionamento dos dois não será abalado pela notícia, ele não deixou de dar uma cornetada no bicampeão, afirmando que a Alpine seguirá batendo a Aston enquanto ele estiver por lá.

Na pausa de verão, a Alpine é a quarta no Mundial de Construtores, com 99 pontos, quase cinco vezes mais que os 20 da Aston, em nono. Szafnauer, que foi chefe da equipe de Silverstone até o começo deste ano, está confiante de que o time francês seguirá à frente da rival.

Leia também:

"Conheço ambas as equipes bem. Passei 12 anos lá, então conheço eles melhor do que eu conheço o pessoal daqui no momento. E sei que, desde a minha saída em dezembro, eles contrataram mais pessoas, alguns via recrutamento, como o Dan Fallows e o Eric Blandin, da Mercedes. Então sei o que eles estão tentando fazer".

"E eu sei as pessoas que estão lá, conheço essa equipe aqui, ambas têm grande potencial. Mas no momento em que estamos agora, nosso time está em um nível mais alto. É difícil de prever o futuro, mas a curto prazo, certamente essa equipe aqui manterá o nível, ou até irá melhorar".

Otmar Szafnauer, Team Principal, Alpine F1

Otmar Szafnauer, Team Principal, Alpine F1

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Enquanto a caça da Aston por pessoas importantes no lado técnico tem sido bem pública, Szafnauer disse que a Alpine está fazendo uma expansão própria.

"Temos um programa interno chamado Escalada de Montanha, que irá contratar 75 pessoas em áreas estratégicas, para melhorar as capacidades da equipe. E, junto com as 75 pessoas, há também ferramentas que estamos melhorando, como um novo simulador, aumento na capacidade de produção, atualização do túnel de vento, tudo dentro do foco de vencermos em 100 corridas".

"Então essas coisas ainda estão acontecendo aqui, rápido. Já estamos com 850 pessoas aqui. Então estou confiante de que podemos bater a equipe que Fernando irá, no período que ele estiver lá"

PODCAST: O que primeira parte da temporada da F1 em 2022 trouxe de bom e ruim?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Coulthard enxerga Verstappen mais "maduro" e "relaxado" após título mundial
Próximo artigo F1: Wolff alerta FIA sobre porpoising e compara situação à NFL

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil