F1: Em meio a polêmica entre Red Bull e AlphaTauri, Aston Martin fala sobre confidencialidade em relação com Mercedes

Equipe alemã fazia Aston usar porta de entrada diferente quando esta utilizava o túnel de vento da rival em Brackley para evitar vazamentos

Lance Stroll, Aston Martin AMR23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lance Stroll, Aston Martin AMR23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Simon Galloway / Motorsport Images

Em meio a uma polêmica sobre colaborações entre equipes após a Red Bull anunciar uma proximidade maior com a AlphaTauri a partir da temporada 2024 da Fórmula 1, a Mercedes revelou que obrigava a Aston Martin a usar uma entrada separada para acessar o túnel de vento do time alemão para garantir que nenhuma informação sobre o carro vazasse para a rival.

Após a Red Bull confirmar que não venderia a AlphaTauri, movendo parte das operações da equipe da Itália para a Inglaterra, o time de Faenza teve uma melhora repentina na parte final da temporada, indo da última posição para o oitavo lugar no Mundial de Construtores. Mas a FIA confirmou que ambas as equipes estão respeitando as normas de propriedade intelectual.

Leia também:

Enquanto a AlphaTauri passou a usar recentemente o túnel de vento da Red Bull, Aston Martin e Mercedes tiveram o caminho oposto. Com o novo túnel do time de Silverstone ficando pronto, agora a cliente da Mercedes não precisa mais usar a estrutura de Brackley

Explicando como que essa relação foi gerenciada, Tom McCullogh, diretor de performance da Aston Martin, notou que eram usadas até portas de acesso distintas para garantir a confidencialidade.

Questionado pelo Motorsport.com para revelar as medidas preventivas exigidas, ele disse: "A FIA é muito rígida, e faz várias inspeções sobre isso. Dominic Harlow [diretor de auditoria técnica da FIA para a F1] vem e faz visitas".

Mercedes factory

Photo by: Mercedes AMG

Mercedes factory

"Mas, para nós, com a Mercedes, estamos falando de aberto para um, fechado para outro. Áreas diferentes de acesso, pessoas diferentes coordenando as sessões. Então, acho que do ponto de vista de confidencialidade, obviamente nossa relação com a Mercedes é muito robusta. A FIA está fazendo seu trabalho de policiar tudo".

Falando sobre a relação entre as equipes da Red Bull, McCullogh disse: "Obviamente o regulamento mudou ao longo dos anos".

"O modo como as regras estão agora, talvez umas equipes, não tenham explorado tanto quanto as normas permitem... A FIA pode pedir para checar tudo. Você tem que ser completamente transparente quando a FIA vem inspecionar, e eles fazem várias inspeções".

"Tenho certeza que eles ficarão em cima disso [a dinâmica Red Bull-AlphaTauri] porque sei que as pessoas estão de olho nisso. Do lado de fora, parece que a AlphaTauri fez seu próprio desenvolvimento de filosofia aerodinâmica".

"Há muita convergência acontecendo de qualquer forma. Talvez eles vão para algo como 'comprar tudo que seja possível dentro do regulamento' [caixa de câmbio e suspensão dianteira e traseira] e depois desenvolver com sua própria filosofia".

"Eles estão usando o mesmo túnel de vento: eles devem usar também o mesmo CFD. Há uma chance de que, se ficar similar, eles podem começar a trabalhar juntos e tornar o carro mais competitivo".

Podcast #261 - Show de Casagrande, ascensão de Massa e o futuro da Stock

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Ecclestone diz que Mick Schumacher estava "em mãos erradas" na F1: "Teria sido melhor na Red Bull"
Próximo artigo Sainz: F1 será vítima de seu próprio sucesso com atual calendário “sem lógica”

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil