Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1: Entenda por que a McLaren aderiu à tendencia do assoalho em 'Z'

Equipe de Woking se juntou aos times que utilizam recorte em forma de 'Z' na tentativa de recuperar desempenho perdido pelos novos regulamentos

F1: Entenda por que a McLaren aderiu à tendencia do assoalho em 'Z'

A McLaren recentemente se tornou a oitava equipe de Fórmula 1 a mudar para um recorte de assoalho em forma de 'Z', com todo o grid procurando maneiras de recuperar o desempenho perdido pelos novos regulamentos.

A equipe de Woking foi realmente a primeira a testar um assoalho de especificação 2021, quando instalou um em seu MCL35 no GP da Bélgica em 2020.

Leia também:

Isso permitiu avaliar o impacto que as mudanças causariam na traseira do carro, e que todas as equipes viram em seu trabalho de simulação em CFD e no túnel de vento quando as alterações foram anunciadas.

Na maioria das vezes, esses testes foram realizados com soluções imaturas, para não dar muitas informações aos rivais com antecedência.

Mas o assoalho usado pela McLaren naquele teste serviu de base para o que ela usou nas três primeiras etapas deste ano, com a borda do assoalho cônica seguindo a intenção dos novos regulamentos.

Enquanto isso, sete de seus rivais haviam começado a temporada com um recorte do assoalho em forma de 'Z' ou mudado para ele durante as três primeiras corridas.

McLaren MCL35M floor comparison

McLaren MCL35M floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

E, embora oito equipes já tenham seguido uma tendência geral, cada uma de suas soluções carrega um pouco de seu próprio DNA à medida que atendem às escolhas aerodinâmicas que fizeram.

A McLaren, por exemplo, adicionou duas aletas anguladas à frente do recorte para intensificar o efeito que está procurando. A equipe deixou apenas uma parte relativamente curta de seu assoalho paralela à linha central do carro antes de mais uma vez afunilar em direção ao pneu traseiro.

Depois de fazer alterações nas barbatanas e strakes à frente da roda traseira durante as três primeiras corridas, não fez mais alterações nesta área, embora seja certo otimizá-las nas próximas semanas.

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

A Red Bull começou sua campanha com um assoalho em 'Z' e, embora a seção do meio do assoalho também tenha sido devolvida paralela à linha central do carro, a seção é muito maior do que o arranjo da McLaren.

Uma único strake domina o assoalho à frente do recorte para ajudar a criar uma estrutura de fluxo em conjunto, enquanto dois strakes curvos mais curtas foram adicionados antes que o assoalho comece a se afinar em direção ao pneu traseiro.

Como você provavelmente já percebeu, as equipes que usam um assoalho em forma de 'Z' estão essencialmente cedendo parte da área que está disponível, pois consideram a forma do assoalho mais importante para o tratamento do fluxo de ar.

Mercedes AMG F1 W12 floor

Mercedes AMG F1 W12 floor

Photo by: Giorgio Piola

A Mercedes se esforçou para cobrir a borda de seu assoalho durante o lançamento do carro para que as rivais não tivessem uma vantagem na compreensão do que ela havia feito.

E, embora o W12 tenha o recorte em forma de Z, é mais sutil do que alguns dos outros designs e não é combinado com barbatanas ou strakes para configurar uma estrutura aerodinâmica mais agressiva.

A seção reta mais curta do assoalho leva a uma seção cônica muito maior à frente do pneu traseiro, que também foi levantado e tem uma aba Gurney voltada para baixo na borda de fuga [3].

Mercedes AMG F1 W12 floor

Mercedes AMG F1 W12 floor

Photo by: Giorgio Piola

A Mercedes também foi muito mais agressiva com o design da borda do assoalho à frente do recorte [1], com um contorno em forma de 'onda' usado para influenciar o fluxo de ar que poderia ter sido afetado pelas ranhuras permitidas anteriormente (inserção).

Enquanto isso, a Aston Martin abordou o desafio de uma forma muito diferente.

Embora a Mercedes tenha concentrado seus esforços de recuperação em encontrar desempenho da configuração aerodinâmica com a qual começou a temporada, a equipe britânica chegou com uma sucessão de peças atualizadas.

Aston Martin Racing AMR21 floor

Aston Martin Racing AMR21 floor

Photo by: Giorgio Piola

A Aston Martin já está em sua segunda geração de design de assoalho em forma de 'Z' e tem a solução mais agressiva do grid. Apresenta uma longa seção paralela no meio das duas pequenas seções cônicas, que é possível devido a um recorte muito maior.

A escuderia também adicionou duas fileiras de barbatanas na frente do recorte.

A Aston Martin também apresentou uma estrutura aerodinâmica tão grande quanto a da Mercedes na seção cônica do assoalho à frente do pneu traseiro.

Aston Martin Racing AMR21 floor Stroll Portuguese GP

Aston Martin Racing AMR21 floor Stroll Portuguese GP

Photo by: Giorgio Piola

Em uma tentativa de melhorar o desempenho geral do carro e potencialmente aumentar a eficácia do recorte do assoalho, a equipe acelerou as novas peças para o GP de Portugal, mas só teve o suficiente para elas aparecerem no carro de Lance Stroll, com Vettel forçado esperar até a Espanha para que seu carro fosse equipado com elas.

As atualizações incluíram uma borda dianteira revisada para o assoalho, com uma crista adicionada à 'seção ondulada', enquanto a espiral e a extensão do tipo Gurney acima dela foram alongadas e afiladas até um ponto no início do recorte do assoalho.

Enquanto isso, na parte traseira do assoalho, uma palheta adicional em forma de 'r' (seta vermelha, abaixo) foi adicionada à arquitetura aerodinâmica montada à frente do pneu traseiro e a forma do difusor também foi alterada (circulada).

Aston Martin Racing AMR21 floor fins

Aston Martin Racing AMR21 floor fins

Photo by: Uncredited

A Ferrari não começou a temporada com um recorte em forma de 'Z' em seu assoalho, pois favorecia o design cônico que as regras pretendiam e que testou em 2020.

No entanto, ele rapidamente implantou um novo design para a segunda corrida, descartando o trio de barbatanas no meio do caminho.

Assim como vimos com a maioria das equipes que buscam o recorte em forma de 'Z', a Scuderia também o combinou com uma faixa em ângulo externo no canto frontal para ajudar a configurar a estrutura de fluxo.

Ferrari SF21 floor

Ferrari SF21 floor

Photo by: Giorgio Piola

Em um esforço para melhorar mais o desempenho, a Ferrari também começou a testar outra nova solução na beira do assoalho à frente do pneu traseiro em Portugal, com sua configuração de quatro aletas abrindo caminho para um arranjo de sete aletas.

Só teve um destes assoalhos disponível em Portugal dado que deu os primeiros passos para recolher os dados com o arranjo, com essa ou com uma solução semelhante que se espera nas próximas corridas.

Ferrari SF21 floor detail comparison

Ferrari SF21 floor detail comparison

Photo by: Giorgio Piola

F1 2021 AO VIVO: Rico Penteado decifra o que deve acontecer no GP de Mônaco | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #105 – O GP de Mônaco ainda é o ponto alto da F1?

 

compartilhar
comentários
TELEMETRIA: Rico Penteado decifra o que deve acontecer no GP de Mônaco

Artigo anterior

TELEMETRIA: Rico Penteado decifra o que deve acontecer no GP de Mônaco

Próximo artigo

F1: Ameaça de protesto sobre asas flexíveis pode realmente ir adiante?

F1: Ameaça de protesto sobre asas flexíveis pode realmente ir adiante?
Carregar comentários