F1: Equipes ganham oportunidade extra para corrigir problemas de confiabilidade

Times poderão fazer alterações em regime de parque fechado sem receber punição de largada

F1: Equipes ganham oportunidade extra para corrigir problemas de confiabilidade
Carregar reprodutor de áudio

As equipes de Fórmula 1 terão mais tempo para lidar com preocupações de confiabilidade do motor este ano, após as mudanças nas regras aprovadas pela FIA nesta quarta-feira.

Em uma reunião do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA em Paris, uma série de ajustes nos regulamentos esportivos e técnicos da F1 foram determinados.

Leia também:

Após uma série de falhas de confiabilidade pelas equipes este ano, foi acordado que as regras relativas aos limites atuais das unidades de potência seriam alteradas.

Em primeiro lugar, as equipes de F1 poderão trocar unidades de potência em condições de parque fechado por versões mais recentes que foram colocadas em seu pool.

Anteriormente, qualquer mudança de especificação de um componente do carro que fosse substituído no parque fechado automaticamente exigia que os carros largassem do pitlane.

Esse ajuste será bem-vindo para as equipes que estão fazendo malabarismos com apenas alguns componentes em seu conjunto de motores e queiram introduzir peças atualizadas.

Além disso, a FIA adicionou uma disposição às regras para permitir reparos temporários de unidades de energia.

Enquanto o Conselho também discutiu as futuras regras do motor para 2026, os novos regulamentos não foram formalmente assinados.

Espera-se que este assunto possa ser resolvido nas próximas semanas, com Audi e Porsche prontos para confirmar suas entradas apenas quando os regulamentos estiverem em vigor.

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, during Filming day in Monza

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, during Filming day in Monza

Photo by: Ferrari

Outras áreas das regras da F1 abordadas na reunião também cobriram controvérsias que surgiram no início do ano.

Após intrigas sobre diferentes pisos de especificações, a Ferrari correu em um teste de pneus da Pirelli após o GP da Emilia Romagna, as regras relativas às limitações do carro para testes de pneus foram ajustadas.

Os testes de deflexão para verificar a flexibilidade das asas traseiras e as ‘beam wings’ foram atualizadas e as regras dos espelhos foram alteradas para ajudar a melhorar a visibilidade.

Após problemas que algumas equipes enfrentaram com resfriamento de combustível antes da corrida deste ano, agora eles poderão resfriar o combustível a 20°C em corridas mais quentes.

A FIA também aprovou mudanças no cronograma das atividades de mídia nos fins de semana da F1, com os eventos de mídia agora retornando às quintas-feiras, e não às sextas-feiras que aconteceram até agora ao longo de 2022.

A mudança para sexta-feira teve como objetivo reduzir a necessidade de pessoal estar na pista antes do primeiro dia de ação na pista, mas não atingiu seu objetivo com a equipe ainda obrigada a estar na pista às quintas-feiras.

O momento das atividades de mídia de sexta-feira, ocorrendo tão perto da primeira ação da pista, também se mostrou impopular entre os pilotos e a imprensa.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
F1: FIA volta atrás e adia introdução de novas regras sobre porpoising até o GP da França
Artigo anterior

F1: FIA volta atrás e adia introdução de novas regras sobre porpoising até o GP da França

Próximo artigo

F1: Hamilton cobra “ações reais" contra racismo e que parem de dar plataforma às “vozes mais velhas”

F1: Hamilton cobra “ações reais" contra racismo e que parem de dar plataforma às “vozes mais velhas”