F1: Falta de "arrogância técnica" é a grande fortaleza de Newey

Diretor técnico da Aston Martin e ex-companheiro do projetista conta sua experiência com o engenheiro da Red Bull

Adrian Newey, Chief Technology Officer, Red Bull Racing

A atitude do gênio do design da Fórmula 1, Adrian Newey, de não ser "tecnicamente arrogante" foi apontada como uma das principais características que o torna tão bom e o coloca a frente dos outros projetistas da categoria.

Leia também:

Apesar de muitas décadas de envolvimento na F1, Newey continua no topo quando o assunto é engenharia e, mais recentemente, ajudou de forma crucial a desempenhar um papel no sucesso do título da Red Bull na última temporada.

O novo diretor técnico da Aston Martin, Dan Fallows, trabalhou ao lado de Newey por muitos anos na Red Bull e diz que foi uma experiência reveladora para ele ver como ele operava. Fallows avalia que foi a mentalidade de Newey, em não acreditar que ele tinha as respostas para tudo, foi fundamental para ele se adaptar tão bem à natureza mutável da F1.

"Sou uma das pessoas afortunadas por ter trabalhado com Adrian e visto seus métodos", explicou Fallows. "Ele tem uma abordagem muito clara da maneira como projeta e desenvolve um carro, principalmente do lado aerodinâmico das coisas. Todos sabemos que é uma abordagem sem concessões, muito focada em pequenos detalhes."

"Mas acho que uma das coisas que realmente gostei com ele é que ele não tem nenhum tipo de arrogância técnica. Ele está muito aberto a ouvir sobre coisas que estipulou ou sugeriu que não funcionaram ou que existem ideias melhores por aí e isso é quase independente de onde vêm esses comentários."

Adrian Newey, Chief Technology Officer, Red Bull Racing, Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, celebrate with their team

Adrian Newey, Chief Technology Officer, Red Bull Racing, Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, celebrate with their team

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Fallow disse que a característica de ouvir as opiniões dos outros foi algo que ele tentou incutir em si mesmo e naqueles com quem trabalhou.

"Acho que é algo que definitivamente tento trazer para o meu próprio trabalho", disse ele. “O que eu encorajo muito a equipe técnica a fazer é ter a mente aberta, mesmo que você tenha visões muito claras sobre como deseja desenvolver as coisas ou ideias muito claras sobre o carro."

"Certifique-se de não ser tecnicamente arrogante sobre isso. Se alguém sugerir algo melhor, tenha a mente aberta, independentemente de quem seja. Acho que esse é um dos grandes pontos fortes dele [de Newey], e espero ter levado isso."

Alpine AZUL, Alfa Romeo, McLaren e cia: MELHORES e PIORES pinturas da F1 2023; assista ao DEBATE

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #217 – Como serão as batalhas internas das equipes na F1 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Produtor de Drive To Survive atribui sucesso da série a Ricciardo
Próximo artigo F1: Verstappen define equipe ideal com bicampeão mundial e jovem piloto

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil