Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
11 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
39 dias

F1: Ferrari e Haas tiveram problemas no escapamento em teste

compartilhar
comentários
F1: Ferrari e Haas tiveram problemas no escapamento em teste
Por:
28 de fev de 2019 19:46

Charles Leclerc e Romain Grosjean tiveram dificuldades por conta dos problemas de exaustão das equipes no teste desta quinta

Nesta quinta-feira, Charles Leclerc marcou o tempo mais rápido da pré-temporada 2019 da Fórmula 1 em Barcelona. No entanto, o monegasco foi responsável por uma bandeira vermelha na sessão da tarde. O motivo foi “um pequeno problema no escapamento”, segundo a Ferrari. A Haas também teve o mesmo revés.

Segundo o chefe da equipe norte-americana, Gunther Steiner, explicou: “Foi uma falha no coletor de escape e um vazamento de gás”. O dirigente disse que o time precisou “tirar a caixa de câmbio, o compressor de turbo e o coletor de escape” para reparar o problema.

Romain Grosjean ficou limitado a apenas 16 voltas depois que o companheiro Kevin Magnussen completou 53 na parte da manhã, apesar de ter sofrido com um pequeno problema de programação do freio.

Leia também:


“Acho que todos os problemas foram diferentes e identificados, então não estou muito preocupado”, disse o francês. “Obviamente gostaríamos de não ter tido problemas, mas às vezes acontece e pode demorar um pouco pra resolver. Mas o carro é bom, e isso é mais importante”.

Os carros com motor Ferrari (além da própria escuderia italiana, Haas e Alfa Romeo) fizeram 1489 voltas na primeira parte dos testes, mas alguns problemas na segunda semana fizeram com que os últimos dias na Espanha fossem menos produtivos. A Ferrari é apenas a oitava na lista de equipes em termos de voltas, com 289 – a Mercedes somou 448. Haas e Alfa Romeo também estão na metade de baixo nesta semana.

No momento em que Leclerc parou na pista, sobravam 20 minutos na sessão. O substituto de Kimi Raikkonen já tinha completado 138 voltas. Antes do ocorrido, o monegasco disse que estava feliz com a decisão da Ferrari de dar a ele um dia inteiro de testes, depois que o acidente de Vettel na quarta-feira tirou de Leclerc a oportunidade de andar naquele dia.

“Sem o tempo de pista que deveríamos ter tido ontem e anteontem, acho que [o teste de quinta-feira] foi bom”, disse. “Me senti mais confiante com o dia todo, pois não teria uma interrupção no meio das sessões”.

Charles Leclerc, Ferrari SF90

Charles Leclerc, Ferrari SF90

Photo by: Ferrari

Próximo artigo
F1: Gasly "abalado" após batida forte em teste de Barcelona

Artigo anterior

F1: Gasly "abalado" após batida forte em teste de Barcelona

Próximo artigo

F1: Hamilton otimista após "um dos melhores dias" para a Mercedes

F1: Hamilton otimista após "um dos melhores dias" para a Mercedes
Carregar comentários