Fórmula 1 GP do Canadá

F1: FIA adverte organização do GP do Canadá por invasão de pista

Após episódios recorrentes, a direção de prova da FIA cobrou ações concretas da organização

Fans invade the track after the race

A organização do GP do Canadá de Fórmula 1 recebeu uma advertência da direção de prova da FIA por não ter evitado uma invasão de pista antes do final da prova do último domingo (09).

Na volta de retorno aos boxes após a bandeira quadriculada, um número significativo de espectadores entrou na pista antes que todos os carros tivessem retornado ao parque fechado.

Leia também:

O Motorsport.com apurou que, como não é a primeira vez que um incidente semelhante acontece no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, a FIA decidiu reforçar sua resposta convocando formalmente os promotores, a Octane Racing Group, por causa do problema recorrente.

Após investigar o incidente, os comissários consideraram que a organização violou o artigo 12.2.1.h do Código Desportivo Internacional, citando uma "falha em tomar medidas razoáveis, resultando assim em uma situação insegura".

Eles julgaram que, com base em evidências, "as medidas de segurança e/ou os agentes de segurança e/ou os equipamentos que deveriam estar em vigor para o evento não foram aplicados ou não foram suficientes, resultando em um ambiente inseguro para os espectadores e pilotos".

Na audiência com a organização, os promotores admitiram que as precauções de segurança do evento não eram robustas o suficiente para evitar uma invasão precoce da pista, apesar de ter alocado mais recursos para isso, e concordaram que a situação não era aceitável e que seria investigada minuciosamente.

Os comissários decidiram que a organização deve apresentar à FIA, até 30 de setembro, um plano formal que definirá como evitar que a situação ocorra novamente. Eles também pediram que a FIA analisasse o assunto, já que ele está relacionado a uma questão séria de segurança, e alertaram que outro episódio seria punido com uma penalidade financeira significativa.

Invasões precoces de pista não são incomuns, e os promotores do GP da Austrália também foram acionados por problemas semelhantes na edição de 2023 da corrida de Melbourne.

Fans at the end of the Australian GP

Fãs no final do GP da Austrália

Foto de: Lionel Ng / Motorsport Images

Além dos espectadores que invadiram a pista enquanto os carros ainda estavam correndo, alguns torcedores também chegaram à Haas de Nico Hulkenberg, que estava parada.

Em resposta, a invasão da pista após a corrida do GP da Austrália foi proibida em 2024, marcando o fim temporário de uma tradição de longa data de Melbourne. Uma situação semelhante também ocorreu no GP do Brasil de 2023, quando os torcedores invadiram a pista no S quando os carros receberam a bandeira.

MAX SEGURA NORRIS E VENCE, Russell ERRA mas bate Hamilton no PÓDIO! SHOW DE HORROR de Ferrari/ Pérez

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Como demissão de Ocon impacta no mercado da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Pérez recebe punição de grid para o GP da Espanha após acidente no Canadá
Próximo artigo F1 - Horner manda recado para Pérez após fim de semana "horrível": "Precisamos que volte ao nível do começo do ano"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil