Fórmula 1 GP de Singapura

F1: FIA muda limite de porpoising para o GP de Singapura

A métrica da Fórmula 1 foi ajustada no GP de Singapura deste fim de semana para ajudar a remover possíveis problemas causados ​​por pistas com desníveis, apurou o Motorsport.com

Mercedes W13 floor detail

Tendo em vista o efeito de 'bouncing' extremo no início da temporada da Fórmula 1, que deixou os pilotos reclamando das implicações de segurança, a FIA anunciou antes do Grande Prêmio do Canadá que estava introduzindo uma Métrica de Oscilação Aerodinâmica (AOM) que as equipes não poderiam exceder. As equipes tinham que garantir que seu carro estivesse abaixo do limite máximo de saltos em cada volta, ou havia o risco de serem sancionados por motivos de segurança.

Em um documento enviado às equipes antes da corrida de Montreal, eles foram avisados ​​de que violar as regras acarretaria o risco de os carros serem excluídos dos eventos. O chefe de assuntos técnicos de monopostos da F1, Nikolas Tombazis, disse na nota: “Qualquer carro cujo AOM exceda o AOM estipulado [limite] será relatado aos comissários com a recomendação de que sejam excluídos dos resultados do sprint ou corrida”.

Após algum debate com as equipes sobre as implicações da métrica, ela finalmente entrou em vigor no GP da Bélgica.

Nessa fase da temporada, com as equipes tendo uma compreensão muito melhor das forças que desencadearam grande parte do início da temporada, nenhuma equipe passou do limite estabelecido até agora.

No entanto, há a preocupação de que algumas das corridas do final da temporada em pistas com mais desníveis - incluindo Singapura e Austin - pudessem ter causado dores de cabeça particulares.

Com a métrica sendo tomada como uma média de uma distância - inicialmente 10 J/kg por 100 km - no entanto, quando os carros foram para a pista, foi notado que se os carros batessem em solavancos na pista, esses picos de impacto poderiam ter um impacto dramático no levantamento da média geral .

Correr carros em pistas com desníveis significava que as equipes poderiam exceder o limite de AOM, sem querer,  por causa da superfície do circuito.

A F1 retorna a Singapura pela primeira vez desde 2019, com dúvidas sobre como os novos carros irão se comportar no circuito de rua acidentado

A F1 retorna a Singapura pela primeira vez desde 2019, com dúvidas sobre como os novos carros irão se comportar no circuito de rua acidentado

Photo by: Lionel Ng / Motorsport Images

Por isso, antes do GP de Singapura, Tombazis escreveu para as equipes para dizer que a FIA está ajustando a métrica a partir de agora para eveitar qualquer problema.

O corpo diretivo notificou as equipes que, para evitar picos de energia excessivos causados ​​por solavancos na pista distorcendo a métrica, um novo limite máximo de leitura será implementado para não levar em consideração esses impactos extremos.

Leia também:

A FIA disse a partir de agora que haverá um limite máximo de 7G atribuído às aferições – o que significa que qualquer batida de pista acima disso não será levada em consideração para conformidade com a métrica.

Essa mudança de abordagem deve ajudar as equipes a evitar qualquer risco de violação inadvertida do limite de AOM.

BEBEDEIRA e ZOEIRA: Rubinho e Massa citam Kimi, Schumi e Alonso como PARÇAS. Mas quem são os CHATOS?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast #197 - Na berlinda, qual será o futuro de Ricciardo e Schumacher?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior ANÁLISE F1: Ferrari e a expectativa pelo assoalho modificado
Próximo artigo DIRETO DO PADDOCK: Verstappen querendo briga com Ferrari e Hamilton contrariado por antecipação de título

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil