F1: Haas lança VF-21, carro da estreia de Schumacher e Mazepin, em ano que pretende "cumprir tabela" na F1

Equipe americana trata 2021 como um ano de transição para 2022, optando por não desenvolver seu carro ao longo da temporada

F1: Haas lança VF-21, carro da estreia de Schumacher e Mazepin, em ano que pretende "cumprir tabela" na F1

Estamos entrando na reta final dos lançamentos dos carros de 2021 da Fórmula 1 e nesta quinta (04) foi a vez da Haas, que divulgou a identidade do VF-21, que será guiado por Mick Schumacher e Nikita Mazepin em um ano que promete ser de transição para a equipe norte-americana.

O VF-21 é basicamente o mesmo carro do ano passado, com poucas novidades. A Haas optou por não gastar as fichas de desenvolvimento e entra em 2021 para "cumprir tabela". A equipe já deixou claro que seu objetivo para este ano é gastar boa parte do orçamento e das horas no túnel de vento para desenvolver o modelo de 2022, acreditando que pode ser a saída para voltar a integrar o pelotão do meio.

Leia também:

Gunther Steiner, chefe da Haas, disse que a equipe assume o risco de não apresentar nenhuma atualização ao VF-21 após o Bahrein, preferindo pensar a médio e longo prazo, onde haverão oportunidades mais claras de evolução. Steiner inclusive chamou a temporada 2021 de “controle de danos” após dois anos consecutivos ocupando a nona colocação do Mundial de Construtores.

E durante as férias da F1, a Haas precisou enfrentar ainda mais uma crise, com o atraso na construção de seu novo carro por conta da pandemiaAs restrições de entrada no Reino Unido fizeram com que os técnicos da Ferrari, fornecedora de motores da Haas, não pudessem entrar no país para trabalhar na instalação na unidade de potência. Com isso, o carro será ligado apenas para a pré-temporada, no Bahrein.

A empresa do pai de Mazepin, Uralkali, da área de fertilizantes, passa a ser a nova patrocinadora máster da Haas, o que levou à mudança nas cores do carro, que passa a adotar uma pintura "russa".

"Estou muito feliz em receber a Urakali à Fórmula 1 como patrocinadora máster da Haas", disse Gene Haas, dono da equipe. "Mal podemos esperar para representar sua marca na temporada. É um momento emocionante para a equipe com a chegada da Urakali e tendo Nikita Mazepin e Mick Schumacher como nossos pilotos".

"É uma mudança completa, mas espero que possamos lutar por pontos em algumas provas. Foram temporadas difíceis, mas também estamos olhando para o todo, particularmente 2022 e a chegada do novo regulamento".

"Eu ecoo os comentários de Haas e estamos felizes com a nova parceria para esta temporada e além", disse o chefe de equipe Gunther Steiner. "Chegamos à nova temporada com um novo patrocinador máster e dois pilotos, então será um ano emocionante, espero que apenas no lado positivo".

"Teremos um ano de aprendizado com os pilotos enquanto olhamos para o futuro. Não é segredo que o VF-21 não será desenvolvido e nosso foco está em 2022 e no que esperamos que seja um grid mais nivelado".

"Todos sabemos o que esperar deste ano em termos de competição, mas precisamos ter certeza que vamos aproveitar as oportunidades quando elas surgirem. Mas primeiro temos que colocar o pessoal no teste. Haverá pouco tempo de contato com o carro, mas mal posso esperar para ver o desenvolvimento dos pilotos e da equipe Haas".

Apesar da proibição do uso da bandeira russa em eventos esportivos mundiais por dois anos, após decisão do Tribunal Arbitral do Esporte referente aos casos de doping das Olimpíadas de Sochi em 2014, a Haas confirmou que a pintura do carro foi aprovada pela FIA. Por outro lado, Mazepin terá que correr sob bandeira neutra pelos próximos dois anos.

A Haas aposta em dois novatos para esta temporada, encerrando o relacionamento de longa data com Romain Grosjean e Kevin Magnussen. O primeiro piloto é Mick Schumacher. Filho do heptacampeão e atual campeão da F2, o alemão foi fundamental no estreitamento da relação da Haas com a Ferrari.

E a preparação de Schumacher para sua estreia também passou por problemas. Por conta da pandemia, ele conseguiu ir à fábrica da Haas pela primeira vez há apenas poucos dias para iniciar seu treinamento para a temporada.

Schumacher terá ao seu lado o russo Nikita Mazepin, um nome que já vem causando polêmica no paddock antes mesmo de sua estreia. Após o caso do vídeo, em dezembro do ano passado, Mazepin passou a ser alvo de críticas dos fãs da F1 nas redes sociais, que pediam o desligamento de seu contrato. Mas a equipe vem reafirmando constantemente sua permanência.

Por ser um ano atípico para a equipe, Steiner disse que, dentro das pistas, o objetivo é ajudar na formação de seus novos pilotos, já que eles terão um ambiente sem pressão para entregar resultados.

Vale lembrar que o brasileiro Pietro Fittipaldi segue como piloto reserva e de testes da Haas pelo terceiro ano consecutivo. No ano passado, Pietro substituiu Grosjean nos GPs de Sakhir e de Abu Dhabi e foi bastante elogiado por Gunther Steiner.

Veja abaixo as primeiras imagens do VF-21 da Haas:

Haas VF-21
Haas VF-21
1/6

Foto de: Haas F1 Team

Haas VF-21
Haas VF-21
2/6

Foto de: Haas F1 Team

Haas VF-21
Haas VF-21
3/6

Foto de: Haas F1 Team

Haas VF-21
Haas VF-21
4/6

Foto de: Haas F1 Team

Haas VF-21
Haas VF-21
5/6

Foto de: Haas F1 Team

Haas VF-21
Haas VF-21
6/6

Foto de: Haas F1 Team

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

ASTON MARTIN 2021: Veja o carro VERDE de VETTEL e os planos para a VOLTA da marca à F1 após 60 anos

Podcast #091 - Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

 

compartilhar
comentários
F1: Além de de Vries e Vandoorne, Mercedes deve ter Hulk como reserva

Artigo anterior

F1: Além de de Vries e Vandoorne, Mercedes deve ter Hulk como reserva

Próximo artigo

F1: Chefe da Ferrari explica os dois principais pontos para reação em 2021

F1: Chefe da Ferrari explica os dois principais pontos para reação em 2021
Carregar comentários