F1: Hamilton confirma renovação com Mercedes até o fim de 2023

Com isso, heptacampeão chegará a pelo menos 11 anos correndo com a equipe da montadora alemã

F1: Hamilton confirma renovação com Mercedes até o fim de 2023

Lewis Hamilton seguirá na Fórmula 1 por pelo menos mais dois anos. A Mercedes confirmou neste sábado a renovação do contrato do heptacampeão até o final de 2023, encerrando qualquer rumor sobre uma possível aposentadoria no fim do ano.

O britânico estava atualmente com um contrato válido apenas para este ano com a equipe alemã, criando especulações sobre quais seriam seus planos para o futuro. Mas tanto Hamilton quanto Mercedes concordaram em evitar de fazer o mesmo do ano passado, iniciando as discussões para renovar o acordo o mais rápido possível.

Leia também:

O novo acordo significa que, ao seu final, Hamilton terá corrido pela Mercedes ao longo de 11 temporadas, após sua chegada em 2013. Até aqui, ele conquistou seis de seus sete títulos com a montadora alemã, sendo que o primeiro deles, com a McLaren, ele usava motores da marca.

Falando sobre o novo contrato, Hamilton disse que sente que ele e a equipe ainda têm muito a conquistar na F1, dentro e fora das pistas.

"É difícil de acreditar que já fazem quase nove anos que trabalho com essa equipe incrível e estou animado pela continuidade da nossa parceria por mais dois anos. Conquistamos tanto juntos, mas ainda temos muito a fazer pela frente, dentro e fora das pistas".

"Estou incrivelmente orgulhoso do quanto a Mercedes me apoiou na campanha para melhorar diversidade e igualdade no esporte. Eles entenderam seu papel e forneceram meios importantes para criar uma equipe mais diversa e ambiente inclusivo".

"Agradeço a todos os indivíduos talentosos e dedicados da Mercedes, cujo trabalho duro tornam tudo possível e a diretoria, por sua contínua confiança em mim. Estamos entrando em uma nova era do carro, que será desafiadora e emocionante e mal posso esperar para ver o que podemos conquistar juntos".

A extensão de Hamilton vem em um momento em que a Mercedes precisa decidir quem será seu segundo piloto. Valtteri Bottas fica sem contrato no fim do ano e ele sabe que precisa impressionar a equipe se quiser manter a vaga.

A outra opção da equipe é George Russell, que está no último ano do contrato com a Williams

Valtteri Bottas and Lewis Hamilton

Valtteri Bottas and Lewis Hamilton

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Apesar do chefe da Mercedes, Toto Wolff, ter brincado recentemente que a equipe poderia esperar até o início de 2022 para finalizar a escolha, é possível que a decisão final seja tomada na pausa de verão da F1, em agosto.

Hamilton falou recentemente que gostaria que Bottas permanecesse, com a dupla tendo bons resultados desde a chegada do finlandês em 2017.

"Valtteri é meu companheiro de equipe agora e ambos tivemos altos e baixos em nossas carreiras. Mas ele é um companheiro de equipe fantástico e não vejo necessidade de mudança".

"Trabalhamos bem por muitos anos. Valtteri tem sido meu melhor companheiro no geral e, quando digo companheiro, não falo apenas de performance. É sobre moral da equipe e como você trabalha no ambiente".

F1: Fim da linha? Bottas vira alvo e Russell ganha força na Mercedes para 2022

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #116 - TELEMETRIA: Quais as esperanças de Hamilton na Áustria? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
 F1: Gasly revela interesse de outras equipes para 2022

Artigo anterior

F1: Gasly revela interesse de outras equipes para 2022

Próximo artigo

F1: Verstappen lidera TL3 para o GP da Áustria, com Hamilton em terceiro

F1: Verstappen lidera TL3 para o GP da Áustria, com Hamilton em terceiro
Carregar comentários