Hamilton critica Red Bull por tratamento dado a Gasly em 2019: "Não foi com justiça"

Piloto britânico da Mercedes ainda afirmou que vitória do francês deve 'machucar' a RBR

Hamilton critica Red Bull por tratamento dado a Gasly em 2019: "Não foi com justiça"

Hexacampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton liderava o GP da Itália neste domingo, mas recebeu uma punição de stop and go e viu o francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, conquistar sua primeira vitória na categoria máxima do automobilismo mundial.

A glória de Gasly vem pouco mais de um ano após seu rebaixamento da Red Bull, da qual foi dispensado para dar vaga ao tailandês Alexander Albon como companheiro do holandês Max Verstappen.

Leia também:

Depois da corrida deste domingo, Hamilton falou sobre o tratamento recebido por Gasly na RBR. "Não acho que ele foi tratado com justiça na Red Bull e acho que não é fácil para um piloto quando isso acontece, então tenho empatia", afirmou o britânico da Mercedes.

"E reconstruir a confiança em uma equipe não necessariamente tão rápida, com algumas performances realmente excelentes, não é fácil. Estou muito impressionado. Acho que ele fez um trabalho fantástico", seguiu.

"Ele merece o sucesso e espero que isso crie uma oportunidade para ele seguir em frente. E ele venceu o time que o rebaixou. Isso deve doer para eles", completou Hamilton, que terminou o GP da Itália em sétimo e ainda lidera o campeonato com folga.

PÓDIO: GP da Itália maluco! Gasly vence, Hamilton punido e Ferrari na maior "draga" em 35 anos

PODCAST: O que será da F1 no Brasil em 2021, sem Globo, pilotos e corrida?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Mercedes explica "sequência estranha de eventos" que levou à punição de Hamilton
Artigo anterior

F1: Mercedes explica "sequência estranha de eventos" que levou à punição de Hamilton

Próximo artigo

Hamilton detona comissários por fechamento do pit lane: "Por que diabos?"

Hamilton detona comissários por fechamento do pit lane: "Por que diabos?"
Carregar comentários