Fórmula 1 GP da Áustria

F1: Hamilton reclama e Wolff manda ele "pilotar"; Norris critica Lewis

Piloto da McLaren crê que Lewis deveria ter recebido mais punições por exceder limites de pista; companheiro do heptacampeão, Russell discorda sobre o carro

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, Lando Norris, McLaren MCL60

ATUALIZAÇÃO: Hamilton recebeu mais punições tardias e caiu para oitavo, atrás de Russell

Piloto britânico da Mercedes, Lewis Hamilton teve um GP da Áustria difícil neste domingo, sofrendo especialmente com os limites de pista da Fórmula 1, mas também com o rendimento de seu carro, o W14.

No fim, o heptacampeão terminou em sétimo em Spielberg, imediatamente à frente do companheiro e compatriota George Russell, mas os importantes pontos conquistados pelo veterano não tiraram o foco das polêmicas nas quais ele se envolveu no Red Bull Ring.

O editor recomenda:

Uma delas tomou grandes proporções pela resposta que Hamilton recebeu via rádio. Após reclamar da dirigibilidade do W14, o piloto teve resposta do chefe da Mercedes, Toto Wolff -- algo atípico, uma vez que geralmente a comunicação de Lewis acontece com seu engenheiro Peter Bonnington.

"Lewis, o carro está ruim, nós sabemos. Por favor, só o pilote", interviu Wolff via rádio depois das sucessivas reclamações do heptacampeão mundial. Foi na volta 52 de um total de 71 do GP da Áustria.

No fim das contas, Hamilton terminou atrás do espanhol Fernando Alonso, sexto com a Aston Martin, e do britânico Lando Norris, quinto com a McLaren. Lewis elogiou o compatriota e sua ex-equipe.

“Lando fez um grande trabalho hoje, a McLaren estava muito rápida. Não estava esperando que eles fossem rápidos como foram hoje, mas também não esperávamos ser lentos assim”, disse Hamilton à Sky Sports F1, contrapondo a apreciação pelo GP de Norris com a frustração com o W14.

Russell 'discorda' e Lando 'não entende' falta de punições a Hamilton

George, por sua vez, afirmou não ter ficado surpreso com o sofrimento da Mercedes na Áustria. “Essa pista simplesmente destacou algumas áreas em que precisamos trabalhar. Não foi o melhor dos dias, mas a forma como o carro se comportou não me surpreende”, explicou George.

Já Norris, que teve batalhas com Hamilton na pista, não mediu palavras após a corrida e disse que o heptacampeão deveria sofrer mais punições por extrapolar os limites de pista do Red Bull Ring -- Lewis recebeu uma penalidade de cinco segundos, que foi cumprida durante seu pit stop.

"Eu estava fazendo um 'comentário ao vivo' [via rádio para a McLaren] em praticamente cada curva. E ele só recebeu uma penalidade de cinco segundos. Talvez eu devesse ter comentado mais. Ele fez isso (extrapolar os limites de pista) umas quatro vezes em uma só volta", afirmou Norris à Sky Sports.

"Se você for para fora [dos limites de pista], você recebe punição, mas de alguma forma ele não recebeu [mais penalidades para além da aplicada], então estou um pouco confuso", completou o inglês.

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Leclerc na Aston? Volta de Ricciardo? Sainz na Audi? O que vem por aí para 2024?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Sainz mostra insatisfação por Ferrari não ter mandado Leclerc ceder posição
Próximo artigo F1: FIA promove 'festival' de punições no GP da Áustria; Sainz cai para 6º e Hamilton para 8º

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil