F1: Hamilton revela que sofre com saúde mental "há muito tempo"

Heptacampeão passou por 'turbilhão' de emoções na luta pelo título de 2021 e não começou bem 2022

F1: Hamilton revela que sofre com saúde mental "há muito tempo"
Carregar reprodutor de áudio

A luta pelo título mundial de Fórmula 1 no final da temporada passada provocou um duelo de dimensões épicas entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, onde faíscas voavam cada vez que se viam na pista e trouxe um peso mental sobre o britânico.

Desde o primeiro encontro no Bahrein com uma batalha pela vitória resolvida com polêmica, a tensão foi aumentando. No meio do ano, outros episódios ainda mais quentes foram vivenciados, como Silverstone ou Monza, embora tenha sido em Abu Dhabi que tudo pegou fogo.

Leia também:

Hamilton perdeu o título na última volta após a retomada do safety car, algo que gerou reclamações de sua equipe, que considerou injusta a decisão do então diretor de provas, Michael Masi.

O heptacampeão não comentou sobre isso até o início de 2022, quando explicou que "voltaria mais forte", mas passar pelo 'trauma' foi muito difícil, como reconheceu em uma publicação em sua conta do Instagram.

A isso se soma o que está acontecendo no cenário internacional com o conflito entre Rússia e Ucrânia e o atentado ocorrido a menos de 20 quilômetros do circuito de Jeddah, onde estava sendo disputado o GP da Arábia Saudita, com os carros expostos.

O britânico é comprometido com a sociedade, e é comum ouvir declarações em que tenta conscientizar os demais, mas admitiu todos os problemas mentais que teve dessa vez.

"Este ano já foi muito difícil com tantas coisas acontecendo ao nosso redor. Tem dias que é difícil ficar positivo", disse Hamilton em uma foto em suas redes sociais. "Estou sofrendo mental e emocionalmente há muito tempo, e seguir em frente exige esforço constante, mas temos que continuar lutando porque podemos alcançar muito mais."

O piloto da Mercedes usa esse tipo de plataforma para tentar ajudar seus seguidores, então acrescentou: "Também estou escrevendo para dizer que está tudo bem se você se sentir assim. Você tem que saber que não está sozinho e que vamos superar isso".

"Um amigo me lembrou hoje: 'você é muito forte, pode conseguir qualquer coisa se realmente se dedicar a isso'. É possível conseguir qualquer coisa se der tudo de si", concluiu o britânico.

O início de 2022 não foi fácil para Hamilton e sua equipe, com um carro mais lento do que o esperado e com o qual só conseguiram um pódio e um décimo lugar em duas corridas. No entanto, não há dúvida de que ele tentará voltar ao topo depois de sofrer silenciosamente com esses problemas de saúde mental.

GP TRADICIONAL vai SAIR da F1 por VEGAS; veja como 3ª prova nos EUA impacta calendário de 2023

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #170 – Leclerc x Verstappen tem potencial para ser novo Verstappen x Hamilton?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Marko detalha como será redução de peso do carro da Red Bull e explica queda da Mercedes
Artigo anterior

F1: Marko detalha como será redução de peso do carro da Red Bull e explica queda da Mercedes

Próximo artigo

CEO da F1 rebate comentários sobre "diluição" de mercado com três corridas nos EUA

CEO da F1 rebate comentários sobre "diluição" de mercado com três corridas nos EUA