F1: Hamilton sobre Jos Verstappen: "Não é parte da equipe. Não ajuda"

Lewis Hamilton diz que o envolvimento próximo de um dos pais no gerenciamento da carreira de um piloto de Fórmula 1 depende do relacionamento com pais

Max Verstappen, Red Bull Racing, with his father Jos Verstappen

Mark Sutton / Motorsport Images

Diante dos comentários polêmicos de Jos Verstappen, pai de Max Verstappen, sobre o caso Horner, Lewis Hamilton foi questionado sobre a participação dos pais na carreira dos filhos pilotos de Fórmula 1. O pai do heptacampeão participou do gerenciamento da carreira de Hamilton, mas ambos concordaram que seria melhor que ele se afastasse dos negócios do filho. 

Ao ser informado sobre os comentários de Jos, Hamilton admitiu que não os tinha ouvido, mas deixou claro que não os considerava apropriados. "Não conheço os detalhes. Portanto, não sei em que ele está se baseando para fazer essas afirmações. Mas, no final das contas, ele não faz parte da equipe, ele é um pai. Portanto, essa é apenas uma opinião, mas definitivamente não ajuda", opinou.

Leia também:

O início da carreira de Hamilton foi gerenciado por seu pai, Anthony, que estava sempre presente nas corridas e na garagem dos boxes. No entanto, isso estressava o relacionamento entre eles, e a dupla concordou em interromper o acordo quando Hamilton passou a buscar o apoio de gerentes profissionais.

Questionado sobre a dificuldade de ter um pai envolvido de perto na carreira de um piloto, Hamilton deixou claro que não era fácil fazer isso funcionar.

"Acho que é uma linha muito tênue a ser percorrida. Acho que também depende do relacionamento com os pais. Algumas pessoas têm um ótimo relacionamento com os pais e são pais incríveis, mas há pessoas que têm um relacionamento ruim. E isso não significa necessariamente que os pais tenham sido bons para elas".

"Portanto, não sei sobre os relacionamentos [de Verstappen]. Obviamente, você ouve coisas aqui e ali. Mas Max é um homem adulto e é um campeão, e tenho certeza de que ele pode tomar suas próprias decisões", observou Hamilton.

"Mas acho que em nosso mundo, como pilotos, é muito fácil ser enganado por pessoas que sussurram em seu ouvido e talvez não o orientem sempre da maneira certa. Não estou dizendo que seja esse o caso, porque eles estão se saindo muito bem. Mas sei que nos esportes, outros atletas com quem conversei e que vi, seja no tênis, e já vivenciei isso, quando às vezes não temos a orientação certa ao nosso redor, isso faz com que tomemos decisões erradas ou não consigamos ser os melhores no que fazemos", explicou.

"Mas é claro que esse não é o caso, ele está se saindo bem. Portanto, é muito difícil, porque você quer que seus pais sejam seus pais e que tenham um bom relacionamento. Mas quando há negócios envolvidos, isso torna tudo muito difícil", finalizou o heptacampeão.

Kevin Magnussen, que, assim como Verstappen, é filho de um ex-piloto de F1, também questionou o envolvimento próximo dos pais. O piloto da Haas disse que pediu ao pai, Jan, que não desempenhasse um papel na gestão dele durante sua carreira na F1, que começou em 2014.

"Acho que no início de minha carreira deixei bem claro para meu pai que não queria a influência dele. Acho que ele teve que se adaptar a isso, mas eu fui muito, muito claro ao dizer que queria que essa fosse minha jornada, meu projeto. Ele tinha sua própria carreira, então deveria se concentrar nela", revelou.

"E ele tem sido muito bom nisso. Tentei aprender com meu pai o máximo possível, e foi um verdadeiro privilégio tê-lo como fonte de inspiração, com quem aprendi e fiz perguntas durante toda a minha vida".

"Mas quando se trata de correr e cuidar da minha própria carreira, eu não queria a influência dele. Tive minha própria equipe de pessoas, não perguntei ao meu pai, apenas fiz minhas próprias coisas. Então, acho que isso funcionou bem", contou Magnussen.

Motorsport Business #11 – Ivo Jucá, da EZZE Seguros, explica como chegou à Stock após Corinthians

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Verstappen diz que pai "não é mentiroso", 'quebra silêncio' sobre Mercedes e se cala sobre pedido de presidente da FIA
Próximo artigo Hamilton sobre controvérsias fora da pista na F1: "Até o momento não foram muito bem conduzidas"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil