F1: Horner coloca em 'xeque' aspirações de Pérez ao título em 2023

Chefe da Red Bull vê, em partes, capacidade do mexicano lutar pelo mundial nesta temporada, mas deixa evidente quem é o favorito para ser campeão

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Sergio Pérez era um candidato ao título da Fórmula 1 durante o início da temporada de 2022, mas quando o carro mudou a direção de desenvolvimento e favoreceu Max Verstappen, essa opção desapareceram e ele caiu em uma rotina de desempenho.

Leia também:

O mexicano conquistou o terceiro lugar no campeonato de pilotos no final da temporada, mas no meio do caminho chegou até se desentender com Verstappen, no Brasil, sobre ordens de equipe. Esta foi a sua melhor posição final ao longo da carreira.

Durante o lançamento da pintura do Red Bull RB19, Sergio Pérez disse que mantém as ambições de lutar pelo campeonato, mas Christian Horner acredita que haverá um piloto que se destaca na luta pelo cetro dentro da casa de Milton Keynes e , portanto, assim será o favorito.

"A forma em que Max está significa que ele é o homem a ser batido", explicou Horner à Auto Motor und Sport na Alemanha.

“Ele é o atual Campeão do Mundo e o Checo tem de lutar por isso, se não, pelo que está competindo? Mas penso que a realidade é que, com toda a probabilidade, o Max ao longo da temporada será o melhor candidato ao Campeonato Mundial”, disse o chefe da equipe.

Na temporada passada, Verstappen conquistou o bicampeonato com 15 vitórias, desta vez Sergio Pérez conseguiu duas, mas se tornou peça fundamental nos momentos em que a equipe precisou pressionar Ferrari ou Mercedes para favorecer o holandês na estratégia.

Horner espera que o trabalho em equipe continue e destaca que o mexicano "evoluiu desde que ingressou na equipe em 2021": “O Checo tem capacidade para estar presente (na luta pelo campeonato), precisamos que os dois pilotos estejam no seu melhor para o Campeonato de Construtores... Ele evoluiu desde que entrou na equipe."

“Checo sabe exatamente o que se espera dele, e ser companheiro de equipe de Max é uma perspectiva bastante assustadora para qualquer piloto. Mas ele lidou com isso muito bem e foi parte integrante da vitória do Campeonato de Construtores (em 2022) terceiro na categoria de pilotos, vencendo duas corridas”, finalizou.

Como a Red Bull-Ford impacta Honda, Porsche e toda a F1; veja debate

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: com 'boom' de montadoras, F1 vive melhor fase da história? 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Entenda como Audi já ajuda a Sauber-Alfa Romeo em 2023
Próximo artigo VÍDEO: Alfa Romeo vai à pista com carro de 2023 pela primeira vez

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil