F1 - Horner: Problema da Mercedes é o conceito do carro, não regulamento de 2022

Chefe da Red Bull inclusive lançou uma polêmica ao sugerir que a equipe alemã poderia ter recebido antecipadamente informações sobre a diretiva técnica

F1 - Horner: Problema da Mercedes é o conceito do carro, não regulamento de 2022
Carregar reprodutor de áudio

Após um fim de semana de intenso drama político no Canadá sobre a intervenção da FIA para reduzir o porpoising na Fórmula 1, várias equipes saíram infelizes com a situação. No centro do debate está a Mercedes, mas para o chefe da Red Bull, Christian Horner, os problemas do carro da equipe alemão têm origem no conceito do W13, e não o regulamento da categoria para 2022.

O caso chegou a um ponto de ebulição na reunião de sábado com o CEO da F1, Stefano Domenicali, quando Mattia Binotto, da Ferrari, e Horner confrontaram Toto Wolff, da Mercedes, sobre uma dramatização excessiva dos problemas de sua equipe para obter o envolvimento da FIA.

Leia também:

Wolff respondeu bravo ao posicionamento das rivais, acusando-as de colocar ganho político à frente da segurança dos pilotos.

Horner mantém a visão de que os problemas da Mercedes não tem nada a ver com o regulamento de 2022, que produziu assoalhos mais rígidos devido ao retorno do efeito solo. Na verdade, ele acha que a resposta é mais simples: a Mercedes errou no conceito do W13, de modo a entregar um bom rendimento apenas quando está muito próximo do chão.

Questionado pelo Motorsport.com se ele sente que o debate do porpoising é mais político do que de segurança, Horner disse: "O problema com a Mercedes é mais severo, ou certamente vinha sendo antes do Canadá em comparação aos outros carros. Isso é certamente culpa da equipe. Está dentro do controle deles lidar com isso, se não está afetando outros".

"Sei que foi dito que outros pilotos estão reclamando. Nossos pilotos nunca reclamaram sobre porpoising. Eles disseram que em alguns circuitos a situação pode ser melhorada, talvez com um recapeamento em certos pontos. Mas não tivemos problemas com as quicadas. O problema é que o carro deles é muito rígido. Acho que o conceito é o problema, e não o regulamento".

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Photo by: Red Bull Content Pool

Horner disse que não ficou impressionado pelo modo como a FIA se envolveu no caso ao lançar uma diretiva técnica às vésperas do GP do Canadá, enquanto as equipes viajavam ao evento.

Ele também expressou preocupação como outras equipes sobre o quão rápido a Mercedes conseguiu colocar uma segunda haste metálica de fixação ao carro tão rápido, levantando conspirações sobre a possibilidade da rival ter recebido informação de antemão sobre o que aconteceria.

"Há um processo sobre a introdução dessas coisas. Acho que o que foi particularmente desapontador foi a segunda haste. Isso tem que ser discutido em um fórum técnico, e isso pareceu muito focado em resolver o problema de uma única equipe, que foi a única a chegar aqui com isso, mesmo antes da diretiva técnica. Então raciocine sobre isso".

A FIA se reunirá com os diretores técnicos das equipes nesta semana em busca de progredir em torno do assunto do porpoising, enquanto segue como plano encontrar uma forma a médio prazo que dê às equipes mais liberdade para lidarem com isso a partir de 2023, com mudanças nas regras.

Mas Horner é cético sobre a necessidade de fazer alguma coisa drástica, afirmando que, no próximo ano, todas as equipes saberão lidar com o problema.

"Temos o melhor do talento da engenharia no mundo, e a situação vai mudar. Duvido que no ano que vem estaremos falando sobre isso, mesmo se não mexermos no regulamento".

"Os carros ainda são relativamente novos, e acho que com as equipes desenvolvendo os carros, provavelmente veremos elas resolvendo estas questões. E você não pode simplesmente mudar o regulamento técnico no meio da temporada".

"Se o carro é perigoso, a equipe não deveria colocá-lo na pista, é uma opção. Ou a FIA, se eles sentem que o carro é perigoso, eles têm uma bandeira preta à disposição para usar".

VÍDEO: A Mercedes tem razão ao reclamar sobre o porpoising?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Boa tração nas curvas foi fundamental para vitória de Verstappen no Canadá, diz Red Bull
Artigo anterior

F1: Boa tração nas curvas foi fundamental para vitória de Verstappen no Canadá, diz Red Bull

Próximo artigo

F1: Mercedes afirma que problemas com porpoising estão "resolvidos"

F1: Mercedes afirma que problemas com porpoising estão "resolvidos"