F1: Ímola traz caixas de brita de volta e elimina áreas de escape de asfalto

Pista mantém traçado, mas pilotos não poderão errar, sob o risco de abandono

#60 Iron Lynx Lamborghini Huracan LMGT3 Evo2: Claudio Schiavoni, Matteo Cressoni, Franck Perera

Foto de: Emanuele Clivati | AG Photo

O esforço da Fórmula 1 para se livrar dos problemas com os limites da pista levou à expansão das caixas de brita em Ímola.

Enquanto os pilotos de F1 iniciam suas caminhadas pelo circuito antes do GP da Emilia Romagna neste fim de semana, as mudanças mais notáveis que eles notarão estão em várias áreas de escape ao redor do local.

Leia também:

As principais áreas do circuito foram reconfiguradas, com as anteriores áreas de escoamento de asfalto sendo reduzidas e substituídas por armadilhas em cascalho.

Elas estão na saída de Piratella (curva 9), onde a brita passa agora muito mais perto da borda do circuito, do lado direito.

Depois, o asfalto do lado de fora da Acque Minerali também foi drasticamente reduzido e substituído por cascalho, o que não deixará margem para erros enquanto os carros avançam nessa curva.

Há também agora uma armadilha de cascalho na saída da Variante Alta, o que significa que qualquer erro que os pilotos cometam nesta área, como a rodada de Charles Leclerc no GP de 2022, provavelmente significaria um abandono.

As áreas de escape renovadas já estavam instaladas antes da etapa do Campeonato Mundial de Endurance do mês passado, em Ímola, que contou com uma série de incidentes em meio a uma chuva no meio da corrida.

A mudança na abordagem em relação às armadilhas de cascalho ocorre em meio a algumas resistências sobre o crescimento do escape de asfalto nos últimos anos.

Embora o asfalto dê aos pilotos algum espaço para erros e significasse que não sejam punidos terminalmente, eles também abriram a porta para problemas com abuso dos limites da pista.

Isto atingiu um pico no GP da Áustria do ano passado, em que a falta de caixas de brita foi considerada um fator que contribuiu para que os pilotos andassem repetidamente fora do traçado – e foram contabilizadas 1200 infrações ao longo da corrida.

Espera-se que o Red Bull Ring faça alterações para este ano, entendendo-se também que Monza também fará alterações em algumas curvas para o GP da Itália deste ano.

Como parte da renovação do circuito de Spa-Francorchamps há alguns anos, foram adicionadas mais caixas de brita – algo que os pilotos gostaram especialmente.

Carlos Sainz disse na época: “Bem-vindo de volta ao cascalho e reze por mais cascalho no futuro, grama e tudo mais.

“Porque é exatamente o que acho que todos precisamos para tornar os circuitos bonitos e espetaculares novamente.”

Ímola também fez alterações nas zebras – reinstalando camadas duplas em várias curvas da pista.

Elas foram colocadas no lado esquerdo das curvas 2, 4, 5, 9 e 19 e no lado direito das curvas 3, 6, 11 e 12. Elas também foram adicionados à saída da curva 15 ( Variante Alta).

O ROMPIMENTO de Senna e Reginaldo Leme: assessora de Ayrton, Betise cita ROLO e 'solução PEDRO BIAL'

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #282 – Histeria contra Hulkenberg na F1 é justificável?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Newey critica Red Bull por anunciar sua saída no aniversário de morte de Senna e fala sobre "estranho" GP de Miami
Próximo artigo F1: Benefícios da contratação de Hamilton vão muito além da performance do carro, diz Ferrari

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil