Vettel tem contrato pronto para ir para a Racing Point, diz jornal

Tetracampeão mundial, piloto alemão sairá da Ferrari no fim da temporada 2020 e busca equipe para o próximo ano

Vettel tem contrato pronto para ir para a Racing Point, diz jornal

Na caça por uma nova casa para a próxima temporada da Fórmula 1, o tetracampeão Sebastian Vettel, que deixará a Ferrari no fim deste ano, estaria em negociações avançadas com a Racing Point - que virará Aston Martin no ano que vem -, segundo o Bild, da Alemanha.

A informação foi publicada nesta terça-feira seguinte ao GP da Estíria. De acordo com o Bild, o contrato já estaria pronto, faltando apenas a assinatura da equipe britânica e do piloto alemão. A especulação foi fortalecida pelo ex-piloto Gerhard Berger.

Leia também:

“Quando os tópicos estão sendo discutidos no paddock, isso geralmente significa que eles já estão concluídos. Pode ser a única alternativa para ele vencer corridas", disse o austríaco à Servus TV.

Entretanto, Otmar Szafnauer, chefe de equipe da Racing Point, afirmou recentemente que seu time não tem "espaço” para Vettel em 2021, com os pilotos Sergio Pérez e Lance Stroll em acordos de longo prazo com a escuderia.

“É lisonjeiro que todos pensem que um tetracampeão mundial deveria vir para nossa equipe, mas talvez seja porque o carro está um pouco mais rápido agora. Temos contratos longos para os dois pilotos, por isso é lógico não termos espaço", afirmou o dirigente.

De todo modo, segundo o Bild, existe uma cláusula de saída no contrato de Pérez. Para dispensar o mexicano, a Racing Point precisaria ativar o dispositivo até 31 de julho e compensar o piloto com uma alta quantia em dinheiro, na casa de milhões de dólares.

Vaga teria sido oferecida a Vettel por pai de Lance Stroll, que está seguro na equipe

O tetracampeão teria recebido a proposta do proprietário da equipe, o empresário canadense Lawrence Stroll, pai de Lance Stroll. O magnata da moda desejaria construir o melhor pacote possível com vistas à mudança de nome para Aston Martin.

Questionado sobre o futuro de Vettel, o ex-chefe do tetracampeão, Christian Horner, comandante da Red Bull, sugeriu recentemente que a Racing Point seria uma boa alternativa para o piloto alemão.

"Acho que ele tem algumas opções disponíveis: Racing Point ou um ano fora para reavaliar as opções daqui a um ano", disse à Sky F1. "Não acho que Lance será demitido! É claro que há contratos dos pilotos com as equipes, você nunca sabe o que há dentro dos acordos".

Vettel também gostaria de correr pela Mercedes, fornecedora de unidades de potência e caixas de câmbio da Racing Point. Assim, a ida para a Aston Martin seria um passo intermediário para o caso de uma vaga no time alemão ficar disponível no futuro.

Polêmica: veja o que está por trás da queda de braço entre a Renault e a Racing Point

PODCAST: Bastidores do início da F1 na Áustria e participação de Felipe Drugovich

 

.

compartilhar
comentários
Red Bull está surpresa com dificuldade de Albon no GP da Estíria

Artigo anterior

Red Bull está surpresa com dificuldade de Albon no GP da Estíria

Próximo artigo

Podcast #058 - Guerra de bastidores da F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga

Podcast #058 - Guerra de bastidores da F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga
Carregar comentários