F1: McLaren encaixou "novas ideias" no carro de 2021 apesar de congelamento

Equipe britânica lançou o carro nesta segunda em evento digital realizado em sua sede em Woking

F1: McLaren encaixou "novas ideias" no carro de 2021 apesar de congelamento

A McLaren lançou nesta segunda (15) o MCL35M, carro de 2021 da Fórmula 1, que era muito aguardado por todos devido à troca dos motores, da Renault pela Mercedes, que trouxe diversas mudanças ao modelo, em comparação com 2020. Segundo a equipe britânica, o MCL35M conseguiu incorporar "novas ideias", apesar dos limites no regulamento deste ano.

Leia também:

O carro foi revelado através de um evento digital, realizado em sua sede em Woking, na Inglaterra. Veja resumo no vídeo abaixo:

E enquanto o carro traz alguns aspectos mantidos do modelo do ano passado, o MCL35M passou por extensas revisões, tanto para a integração do novo motor Mercedes, quanto também para cumprir as mudanças de aerodinâmica obrigatórias para 2021.

Apesar do foco da equipe ao longo das últimas semanas ter sido a instalação do motor Mercedes, o diretor técnico James Key deixou claro que a equipe de design deu tudo de si para melhorar a aerodinâmica do carro, buscando explorar o conceito de bico que foi introduzido na segunda metade da temporada passada.

"Corremos atrás da aerodinâmica", disse Key. "Qualquer novo conjunto de regulamentos abre oportunidades para outras áreas de qualquer jeito, então o carro é um pouco diferente. Temos algumas ideias novas aí. A parte da frente não mudou nada em termos de regulamento, mas estamos analisando algumas possibilidades".

"Acho que seria ingenuidade pensar que é simplesmente adaptar à mudanças no regulamento e seguir em frente. Todos estão fazendo o mesmo, certamente. Então não queremos ficar para trás".

Key disse que o trabalho que a McLaren teve para integrar o motor Mercedes foi extenso, especialmente com o layout da unidade de potência, que divide o turbo e o compressor, diferente do que Renault e outras fornecedoras fazem.

"Toda instalação de motor é diferente. Não há uma solução para a montagem dessas unidades, além dos componentes terem tamanhos diferentes, que afetam a arquitetura do carro. Então precisávamos tentar respeitar o processo de homologação, evitando mudar coisas desnecessárias".

"Mas, claramente, fazer as mudanças que precisávamos nas partes homologadas, isso nos permitiu mudar o chassi, que já teria que mudar com o novo motor e o sistema de armazenamento de energia".

"Isso adicionou uma dimensão extra, que levou a uma abordagem levemente mais baixa quando comparado a um ano em que temos liberdade de desenvolvimento. Mas não acho que isso acabou comprometendo alguma coisa".

Apesar do nível do trabalho, Key disse que ficou impressionado com o bom layout do motor da Mercedes.

"Acho que a instalação da Mercedes foi muito bem feita, como vocês podem ver na atenção aos detalhes. É um pacote muito direto nesse sentido. Nos ajudou um pouco. Pudemos ajustar as demandas em outras áreas necessárias".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 na BAND - BARRICHELLO e cia: quem são os NOMES sondados para completar a equipe de transmissão

PODCAST #088 - F1 na Band e o 'fico' de Hamilton: o que esperar de 2021?

 

compartilhar
comentários
F1: Ricciardo terá primeiro teste com nova McLaren nesta terça em Silverstone

Artigo anterior

F1: Ricciardo terá primeiro teste com nova McLaren nesta terça em Silverstone

Próximo artigo

F1: Justiça exige fiança de R$ 20 mi para SP realizar GPs; prefeitura 'se defende'

F1: Justiça exige fiança de R$ 20 mi para SP realizar GPs; prefeitura 'se defende'
Carregar comentários