Fórmula 1 GP de Singapura

F1: Norris bateu no mesmo muro que Russell na última volta do GP de Singapura

Lando Norris revelou que bateu no muro no mesmo lugar que George Russell na última volta do Grande Prêmio de Singapura de Fórmula 1, momentos antes do acidente da Mercedes

Lando Norris, McLaren MCL60, battles with Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, ahead of Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Lando Norris terminou em segundo lugar, atrás de Carlos Sainz, da Ferrari, no circuito de Marina Bay, depois de um final tenso para a corrida de 62 voltas do GP de Singapura de Fórmula 1, quando os pneus médios mais frescos deixaram George Russell e Lewis Hamilton na cola dos dois líderes que estavam lutando com a borracha dura mais antiga.

Em seus esforços para manter Russell afastado na última volta, Norris raspou no muro com o pneu traseiro direito na curva 10 à esquerda, mas conseguiu continuar, enquanto o contato semelhante de Russell o atirou contra as barreiras para levar Hamilton ao pódio.

Leia também:

Falando imediatamente após a corrida, o piloto da McLaren explicou: "Bati no muro na última volta no mesmo lugar [que Russell], então acho que ele me copiou e fez ainda pior. Sinto muito por ele, que fez uma corrida difícil."

Norris, que estava atrás de Russell em terceiro antes de o piloto da Mercedes fazer uma segunda parada sob um safety car virtual, opinou que Russell "era o piloto mais rápido" da corrida e revelou que sua batida tornou o final de sua corrida mais simples.

"Isso me ajudou um pouco nas últimas curvas, pude relaxar um pouco mais", disse ele.

Sainz comentou após a corrida que se sentia "sob controle" em seu caminho para se tornar o primeiro piloto que não é da Red Bull a vencer uma corrida em 2023, e Norris elogiou seu ex-companheiro de equipe por permitir que ele ficasse a um segundo de distância da dupla da Mercedes com o DRS.

George Russell, Mercedes F1 W14, Lando Norris, McLaren MCL60, Fernando Alonso, Aston Martin AMR23

George Russell, Mercedes F1 W14, Lando Norris, McLaren MCL60, Fernando Alonso, Aston Martin AMR23

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

"Carlos foi muito generoso ao tentar me ajudar a obter o DRS", disse Norris, cujo segundo lugar foi seu terceiro pódio da temporada, depois de resultados idênticos em Silverstone e Hungaroring.

"Ele ajudou minha corrida e eu também ajudei a dele, então foi difícil.

"Sabíamos que ia ser difícil assim que a Mercedes entrou no boxe, especialmente com apenas dois carros para eles ultrapassarem.

"Mas estamos no pódio, P2, e conseguimos segurá-los. Fizemos tudo o que precisávamos fazer e muito mais. Estou muito feliz", celebrou o piloto da McLaren.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #247 - Há espaço para Drugovich na F1 em 2024? E Norris na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton revela que perdeu dois quilos na corrida de Singapura e lamenta batida de Russell na última volta
Próximo artigo F1: Verstappen e Pérez lamentam Safety Car "na hora errada" no GP de Singapura

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil