F1 - Norris: Pontos na superlicença deveriam ser reservados a atos que são "verdadeiramente perigosos"

Norris recebeu dois pontos na superlicença pela disputa com Pérez no início do GP, chegando a 10, sendo que o limite é de 12

F1 - Norris: Pontos na superlicença deveriam ser reservados a atos que são "verdadeiramente perigosos"

Após tomar mais dois pontos na superlicença durante o GP da Áustria de Fórmula 1, ficando a apenas dois do limite, que o deixaria de fora de uma corrida, Lando Norris acredita que distribuir pontos como punição por incidentes menores é "estúpido", defendendo que estes deveriam ser reservados a casos mais graves.

Norris foi punido com cinco segundos e dois pontos após os comissários julgarem que ele havia forçado Sergio Pérez para fora da pista no começo da segunda prova no Red Bull Ring.

Leia também:

Com isso, ele chega a um total de 10, sendo que o limite é 12. Caso um piloto atinja esse total, ele é automaticamente excluído de participar da corrida seguinte. Para sua sorte, dois desses pontos expiram já no próximo dia 10, mas entre o GP da Grã-Bretanha e novembro, ele terá que tomar cuidado para não acumular mais quatro.

Os pontos da Áustria não são os primeiros do ano para Norris. No GP do Azerbaijão, ele também recebeu dois, por transgressões em período de bandeira amarela e por seguir na pista durante um período de bandeira vermelha.

Norris sente que não fez nada demais ao longo dos últimos 12 meses para ficar tão próximo de uma exclusão, afirmando que os pontos de punição deveriam ser reservados para erros "que colocam pessoas em perigo" e não incidentes de corrida.

"Minha abordagem do incidente em Baku, com a bandeira vermelha e não entrar quando deveria, é que eu não coloquei ninguém em perigo. Na verdade foi o oposto, fiz tudo de modo seguro. Por que eu mereço ponto por isso?", disse Norris.

"Por que eu mereço pontos hoje por alguém que foi parar na brita? Então sim, nada que eu fiz foi perigoso".

"Sinto que em alguns casos você merece uma punição na pista porque fez algo ruim em termos de corrida, cometendo um erro, mas aí tem coisas que as pessoas fazem de vez em quando que são verdadeiramente perigosas".

"Então, se você ultrapassa sob bandeira amarela, algo que claramente não está no regulamento, isso coloca as pessoas em perigo, e aí eu entendo os pontos para o piloto. E se você atingir o total com isso, recebe a exclusão".

"Mas por pequenas coisas assim, é apenas estúpido, na minha opinião. Isso não é o que a Fórmula 1 deveria fazer e espero que outros me apoiem com esse tipo de opinião".

Lando Norris, McLaren MCL35M

Lando Norris, McLaren MCL35M

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

O vencedor do GP da Áustria, que participou da mesma coletiva de imprensa que Norris, imediatamente saiu em defesa do piloto da McLaren.

"Digamos, quantos pontos você recebeu, dois? Então se você tiver seis incidentes do tipo, não acho que você merece ser banido pelo que fez hoje. Não é correto".

"Eu já estive nessa situação antes, já cheguei a nove ou dez pontos. Mas não acho que as coisas que renderam a ele os pontos seja passível de uma punição dessas. Eu já disse isso antes, acho que há dois anos. Precisamos olhar para isso".

F1 AO VIVO: PASSEIO de Verstappen, SOFRIMENTO de Lewis, POLÊMICA com Norris e ZICA de Pérez | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Mercedes jogou a toalha para 2021 após derrota na Estíria?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Confira a classificação final do GP da Áustria, com vitória de Verstappen
Artigo anterior

F1: Confira a classificação final do GP da Áustria, com vitória de Verstappen

Próximo artigo

F1: Mercedes foi a "criadora dos próprios problemas" na Áustria

F1: Mercedes foi a "criadora dos próprios problemas" na Áustria
Carregar comentários