F1: Pérez diz que "precisa conversar" com Red Bull sobre ordens da equipe

Mexicano estava liderando no final da corrida em Barcelona quando foi orientado pelo rádio a não atrapalhar Verstappen

F1: Pérez diz que "precisa conversar" com Red Bull sobre ordens da equipe
Carregar reprodutor de áudio

Sergio Pérez disse que quer conversar com os chefes da Red Bull sobre suas ordens de equipe no GP da Espanha da Fórmula 1, depois de ser instruído a não lutar contra o companheiro de equipe Max Verstappen.

O mexicano estava liderando no final da corrida em Barcelona quando foi orientado pelo rádio a não atrapalhar Verstappen – que havia sido ligado a uma estratégia alternativa de pneus.

Mas, não tendo tido anteriormente espaço para passar Verstappen e atacar George Russell quando ele tinha uma vantagem de pneus, o mexicano deixou claro que sentiu que a decisão subsequente foi "injusta".

Leia também:

Embora uma mudança posterior para os pneus macios significasse mais de 13 segundos atrás de Verstappen no fim da corrida, Pérez disse a seus chefes no rádio da equipe após a dobradinha que, embora feliz pela equipe, ele queria alguns esclarecimentos sobre os acontecimentos.

"Estou feliz pela equipe, mas precisamos conversar mais tarde", disse ele.

Pérez foi questionado sobre o assunto nas entrevistas pós-corrida, mas foi diplomático sobre a maneira como uma possível vitória lhe escapou.

"Acho que estava perto", disse ele. “Mas no final é um grande resultado da equipe. Estou feliz por isso.”

Questionado sobre as frustrações que ele expressou no rádio da equipe, Pérez disse: “Estávamos com diferentes estratégias de pneus no momento. Deixei Max passar no começo, depois pensei que na hora eu poderia passar e não perder segundos cruciais para fazer minha estratégia funcionar."

"Mas de qualquer forma, é um bom resultado da equipe", acrescentou. 

O chefe da Red Bull, Christian Horner, também comentou o acontecimento após corrida.

"Eles estavam em estratégias diferentes, então não foi uma luta direta, Max tinha uma vantagem de pneus e é claro que os pneus de Checo não teriam chegado ao final, então é por isso que ele parou no final da corrida para obter aquela valiosa volta mais rápida [ponto] também", disse Horner.

"Nossa responsabilidade é trazer os dois carros para casa com o máximo de pontos que pudermos e, claro, o que Checo não podia ver no momento e que ele podia ver perfeitamente agora é que ele teve um stint muito longo para fazer o pneu médio. Max tinha uma vantagem de pneus tão grande do ponto de vista da equipe que simplesmente não faz sentido correr esse risco com um DRS intermitente, com temperaturas subindo e descendo, então era absolutamente a coisa certa a fazer."

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN vence AOS TRANCOS E BARRANCOS, Russell DÁ SHOW e Leclerc AMARGA abandono

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen diz que problemas no DRS forçaram Red Bull a mudar estratégia para vencer na Espanha
Artigo anterior

F1: Verstappen diz que problemas no DRS forçaram Red Bull a mudar estratégia para vencer na Espanha

Próximo artigo

F1: Russell diz que "deu tudo que pôde" para tentar segurar Verstappen

F1: Russell diz que "deu tudo que pôde" para tentar segurar Verstappen