F1: Pérez revela que Hamilton o alcançou em seu "pior momento" na Turquia

Mexicano disputou posições com britânico enquanto buscava aderência com os pneus intermediários, mas levou a melhor

F1: Pérez revela que Hamilton o alcançou em seu "pior momento" na Turquia

Sergio Pérez, da Red Bull, disse que Lewis Hamilton "o alcançou em seu pior momento" durante o GP da Turquia de Fórmula 1, enquanto mantinha o piloto da Mercedes afastado após uma batalha "intensa". Em uma pista molhada, o heptacampeão tentava escalar o pelotão depois que uma penalidade do grid o fez largar em 11º. Na volta 35, ele subiu para o quinto lugar e lançou um ataque ao mexicano na reta antes dos boxes do Istanbul Park.

Depois que a dupla foi roda a roda na última variante, o que quase forçou Pérez a cruzar a entrada dos pits, ele conseguiu se segurar na quarta colocação na Curva 1 e manteve Hamilton para trás pelo resto da prova.

Leia também:

Sergio revelou que Lewis chegou perto no pior momento possível, pois ele estava lutando para manter seu primeiro conjunto de intermediários trabalhando além do meio da corrida: "Foi muito intenso naquele ponto" O primeiro stint foi difícil para mim, especialmente no final, e Hamilton foi muito veloz. Acho que ele era o carro mais rápido em pista na hora, então segurá-lo foi um grande desafio."

"Tivemos uma boa luta e tive que até evitar bater na entrada dos boxs, mas foi uma ótima disputa no geral e consegui ficar à frente", acrescentou.

Os esforços de Pérez para se defender foram inestimáveis ​​na disputa pelo título do companheiro da Red Bull, Max Verstappen, contra o heptacampeão mundial.

Com Hamilton caindo para o quinto lugar, o mexicano acabou terminando atrás do holandês, em terceiro, e conquistou seu primeiro pódio desde o GP da França, após uma fase irregular em sua primeira temporada na equipe austríaca.

Sergio Perez, Red Bull Racing, 3rd position, on the podium

Sergio Perez, Red Bull Racing, 3rd position, on the podium

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Questionado se o seu primeiro resultado no top 3 em nove corridas foi um alívio, Pérez disse que já teria voltado ao pódio há algum tempo, se não fosse por uma sequência de má sorte.

"Honestamente, nas últimas corridas tive muito azar", respondeu ele. "Em Monza, terminei no pódio, mas tive a penalidade [de cinco segundos]. Na Rússia, três voltas antes, também estava entre os três ponteiros."

"Isso já vem há muitas, muitas provas, mas com certeza é bom, especialmente em uma como a de hoje, onde me senti desconfortável com o carro e não tínhamos ritmo para igualar a Mercedes."

No sábado, o mexicano se classificou em sétimo, a meio segundo de Verstappen, depois de ter ficado com apenas um novo jogo de pneus para o Q3. Foi um problema em um fim de semana mais competitivo para o mexicano, que acredita ter superado a situação em termos de seu próprio desempenho.

"Na qualificação, não tivemos a oportunidade de mostrar isso porque fomos muito agressivos com a nossa estratégia, o que nos colocou em desvantagem com os compostos macios", comentou Pérez. "Acho que só precisávamos dos décimos que tínhamos em mãos, porque mostramos um bom ritmo e tenho certeza que poderíamos ter feito uma classificação muito melhor.

"Certamente, posso ver que o entendimento existe e que estou ficando em mais harmonia com o carro", concluiu.

F1 2021: Bottas VENCE, Verstappen é 2º e Hamilton SÓ 5º após PISTOLAR COM MERCEDES; análise do GP | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Mazepin pede desculpas a Hamilton por fechada na Turquia: "Pilotava às cegas"

Artigo anterior

F1 - Mazepin pede desculpas a Hamilton por fechada na Turquia: "Pilotava às cegas"

Próximo artigo

RETA FINAL: Verstappen lidera, mas Red Bull "não sabe o que fazer" contra Mercedes

RETA FINAL: Verstappen lidera, mas Red Bull "não sabe o que fazer" contra Mercedes
Carregar comentários