F1: Por ora, Leclerc se livra de punição no Canadá; Tsunoda sai do fundo do grid

Entretanto, o time de Maranello ainda pode 'mudar de ideia', o que geraria uma penalidade de grid para Leclerc

F1: Por ora, Leclerc se livra de punição no Canadá; Tsunoda sai do fundo do grid
Carregar reprodutor de áudio

Postulante ao título da Fórmula 1 em 2022 e piloto da Ferrari, Charles Leclerc está livre de uma punição de grid no GP do Canadá, pelo menos por enquanto. O monegasco está no limite da utilização de turbos, mas usará uma peça antiga, conforme antecipado pelo Motorsport.com.

No GP do Azerbaijão, Leclerc teve de abandonar em função um problema em sua unidade de potência, que teve danos especialmente no turbo e no motor de combustão interna. Por estar no limite da alocação de turbos, a Ferrari 'reciclou' uma peça já usada.

O editor recomenda:

Entretanto, o time de Maranello ainda pode 'mudar de ideia', o que geraria uma penalidade de grid para Leclerc. A unidade do piloto, aliás, tem os seguintes componentes novos, ainda dentro da alocação: motor de combustão interna, MGU-H e MGU-K.

Quem também trocou tais componentes foi o francês Esteban Ocon (Alpine), que agora está no limite da alocação. Já o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, tem novos MGU-H, motor de combustão interna e turbo, também dentro da alocação.

Tsunoda punido

 

Por outro lado, Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, largará do fundo do grid por ter trocado todos os componentes de seu motor Red Bull-Honda. Com isso, o japonês passa do limite em relação a: MGU-H, MGU-K e motor de combustão interna.

TELEMETRIA: Rico Penteado analisa GP do Canadá, Ferrari e 'quicadas'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
F1: Hamilton diz que tem sofrido “muito mais dores de cabeça” este ano
Artigo anterior

F1: Hamilton diz que tem sofrido “muito mais dores de cabeça” este ano

Próximo artigo

F1: Vettel diz que espera que categoria esteja pronta para ter piloto homossexual

F1: Vettel diz que espera que categoria esteja pronta para ter piloto homossexual