F1: Red Bull acredita que carro de 2022 será muito mais rápido nas retas

Redução do arrasto e geração de downforce resultarão em velocidades maiores, segundo diretor técnico da equipe austríaca

F1: Red Bull acredita que carro de 2022 será muito mais rápido nas retas
Carregar reprodutor de áudio

Os carros de 2022 da Fórmula 1 serão "muito mais rápidos" nas retas este ano, segundo o diretor técnico da Red Bull, Pierre Wache. Enquanto as equipes continuam trabalhando na finalização de seus projetos antes dos testes de pré-temporada em Barcelona no final deste mês, eles já têm um bom conhecimento de como vão se sair na pista.

Falando após o evento de lançamento do RB18, que apresentou apenas um modelo de exposição atualizado em vez do produto acabado, Wache disse que uma característica interessante para o próximo ano será o desempenho de velocidade em linha reta.

Leia também:

Com a mudança de carros que geram grande parte de seu downforce das asas para um conceito de efeito solo, a modificação levou a uma grande redução no arrasto.

Explicando a nova abordagem com as regras de 2022, Wache disse: "O que eles queriam fazer era claramente criar e gerar a força descendente do solo em comparação a antes - onde era gerada também principalmente pela asa dianteira, traseira e o chassi."

"Isso afetará, com certeza, o desempenho do carro, a aderência mecânica e o arrasto. Esta geração de downforce é bem eficiente, e esse tipo de monoposto deve ser muito mais rápido na reta nesses níveis."

O diretor técnico da Red Bull, Adrian Newey, avaliou que as mudanças pelas quais as escuderias tiveram que trabalhar são as maiores em quase 40 anos.

"Tem sido um processo muito incomum", disse ele. "É uma grande mudança na regulamentação, a maior que tivemos desde 1983, quando os carros de Venturi foram banidos e os de assoalho chato foram introduzidos."

Red Bull Racing RB18 detail

Red Bull Racing RB18 detail

Photo by: Red Bull Content Pool

Outras mudanças que as equipes estão começando a perceber é que o bico será muito mais longo, e a troca de pneus para aros de 18 polegadas requererá muito estudo.

O engenheiro-chefe, Paul Monaghan, disse: "A parte do bico é certamente mais longa".

"[Com os pneus] o pensamento é a relevância da rua, pois a maioria dos carros de rua agora tem rodas relativamente grandes, mas também vêm com pneus de perfil baixo."

"Chegamos ao tamanho da roda para 18 polegadas e certamente colocou um pouco de peso no veículo. O pneu é maior no geral, então tem um efeito aerodinâmico bem significativo."

"E então, você tem as características do pneu grande para tentar entender também. Nós meio que temos um conhecimento razoável dos do ano passado. É uma nova área de estudos para nós, não é?", indagou para concluir.

F1: Red Bull ESCONDE segredos do novo carro, mas traz NOVIDADE em lançamento, com Verstappen e Pérez

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #161: O que aprovamos e reprovamos para temporada 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Williams dá pistas de novo carro nas redes sociais, que deve ter novas cores
Artigo anterior

F1: Williams dá pistas de novo carro nas redes sociais, que deve ter novas cores

Próximo artigo

F1: Após fim de ajoelhamento antirracismo, Norris acredita que pilotos seguirão com ações de conscientização em 2022

F1: Após fim de ajoelhamento antirracismo, Norris acredita que pilotos seguirão com ações de conscientização em 2022