F1: Red Bull acredita que rivais virão para 2024 com “clones” do RB19 e promete evolução para 2024

Horner diz que equipe teve evolução limitada pelo tempo reduzido de túnel de vento

Jake Dennis, Red Bull Racing RB19

Jake Dennis, Red Bull Racing RB19

Zak Mauger / Motorsport Images

Em meio à expectativa do que a Red Bull será capaz de conquistar na temporada 2024 da Fórmula 1, a equipe austríaca promete que o RB20 será “uma evolução em vez de uma revolução”, enquanto acredita que as rivais irão à pista com modelos que serão, essencialmente, “clones” do dominante RB19.

A equipe de Milton Keynes está dando o seu melhor no desenvolvimento do RB20 há meses, trocando cedo o trabalho em torno do RB19 devido à vantagem que tinha sobre o restante do grid.

Leia também:

Mas apesar de saber que é preciso progredir para se manter à frente em 2024, a equipe afirma que não terá grandes mudanças de direção, mesmo que esteja trabalhando em melhorias.

Questionado sobre o que podemos esperar do RB20, Christian Horner disse: “Uma evolução em vez de uma revolução. Todas as áreas foram revisitadas no carro e não podemos nos dar ao luxo de termos complacência”.

“Então o carro é basicamente a evolução de um tema. Não estamos reinventando a toda, e esse tem sido o caminho tomado nos últimos 12 meses”

Mesmo que a Red Bull tenha vencido 21 dos 22 GPs de 2023, Horner disse não ter dúvidas de que a vida da equipe será mais difícil daqui pra frente. Ele diz que a equipe já vê essa vantagem sendo reduzida, prevendo que os rivais farão progressos significativos ao copiarem os conceitos de design usados pela Red Bull em 2023.

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Photo by: Red Bull Content Pool

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

 “Eu acredito que, com regulamento estável e retornos menores para nós, já que chegamos ao ápice antes dos demais, que o grid vai passar a convergir”.

“Há sempre um reinício quando entramos no ano seguinte, e estou convencido que teremos mais carros que pareçam com o RB19 em sua filosofia. Se você ficar parado nesse ramo, você tende a andar para trás. E acho que chegamos ao pico da curva mais rápido que os outros. Estamos sujeitos à lei da diminuição do retorno”.

Apesar da Red Bull ter sido uma das primeiras equipes a mudar o foco para 2024, Horner disse que a falta de tempo de túnel de vento em comparação às rivais faz com que a equipe não tenha como tirar tantos ganhos disso.

“Com a falta de tempo de túnel de vento, mesmo com a transição cedo, ainda tivemos menos tempo de testes do que vários rivais. Então tivemos que ser sensatos com a aplicação do tempo para o RB20, tendo que construir em cima dos pontos fortes do RB19”.

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Até quando vão os contratos dos pilotos do grid de 2024?
Próximo artigo Verstappen faz teste com carro de GT da Ferrari em Portimão

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil