F1: Red Bull diz "não reconhecer" pilotagem de Ricciardo em seu retorno à equipe

Escuderia de Milton Keynes revelou que Ricciardo adquiriu alguns maus hábitos em seu tempo longe

Daniel Ricciardo, Third Driver, Red Bull Racing

A Red Bull disse que não “reconheceu” os hábitos de pilotagem de Daniel Ricciardo quando ele voltou ao simulador de Fórmula 1 da equipe no final do ano passado.

Ricciardo havia se afastado de uma vaga em tempo integral após a temporada de 2022, quando ele e a McLaren concordaram em se separar depois de dois anos frustrantes.

Leia também:

Embora o australiano inicialmente tenha considerado se mudar para outra equipe, no final ele sentiu que um ano ajudando como o terceiro piloto da Red Bull seria uma aposta melhor para ele.

A equipe de Milton Keynes planeja usar Ricciardo para atividades de reserva e testes ao longo de 2023 e, para isso, o colocou de volta em seu simulador.

Mas, tendo observado sua pilotagem, a Red Bull revelou que Ricciardo adquiriu alguns maus hábitos em seu tempo longe da equipe.

O chefe da escuderia, Christian Horner, disse: “Acho que o problema é quando você pilota um carro que obviamente tem suas limitações, você se adapta e tenta se ajustar para extrair o máximo desse carro."

“Ficou claro quando ele voltou que pegou alguns hábitos que não reconhecemos como o Daniel que nos deixou dois ou três anos antes."

"Mas tendo tido uma folga no Natal e assim por diante, quando ele voltou e começou o trabalho de 2023, começou a funcionar. Acho que ele gosta da sensação do carro no mundo virtual, que parece correlacionar-se bem com o que estamos vendo no mundo real."

Daniel Ricciardo on the Red Bull pit wall

Daniel Ricciardo on the Red Bull pit wall

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

“Acho que ele está desesperado para dar uma volta no carro em algum momento para validar isso, mas certamente estamos vendo ele voltando a ser muito mais uma reminiscência do Daniel que conhecíamos”.

Sobre a participação de Ricciardo no GP da Austrália, Horner disse: "Ele está realmente se dedicando a isso. Sentado em todos os briefings, ele tem trabalhado duro no simulador também no Reino Unido, dando algum apoio à corrida e algum trabalho de desenvolvimento nisso."

“Daniel é apenas uma energia positiva para se ter por perto e é ótimo vê-lo recuperando, ver aquele grande sorriso em seu rosto, ele ilumina uma sala quando entra."

“Espero que ele redescubra seu amor pelo esporte. Ele fará alguns testes para nós no final do ano e veremos como isso será para ele. Mas acho que é uma experiência diferente."

“Deve ser muito difícil para ele não ser um piloto de corrida neste fim de semana, mas ele se dedicou e está abraçando esse novo papel”.

GIAFFONE opina: Verstappen não quer ter amigos e lembra Alonso, RBR vai 'liberar' Pérez

Treinos que valem pontos? F1 vai 'longe demais' com entretenimento?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen não espera 'grande recuperação' de Pérez na Austrália
Próximo artigo F1 - Análise: veja o que dados revelam sobre ameaça da Mercedes à Red Bull na Austrália

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil