F1: Red Bull oferece Albon a Williams e Alfa Romeo para 2022

Equipe quer encontrar assento para o anglo-tailandês na próxima temporada; piloto também negocia com a Coyne na Indy

F1: Red Bull oferece Albon a Williams e Alfa Romeo para 2022

Alexander Albon conta com o apoio da Red Bull para trazê-lo de volta à Formula 1. Após definir sua dupla, a equipe de Milton Keynes ofereceu o anglo-tailandês às escuderias que ainda têm vaga. Se as negociações não derem certo, ele manterá a atual função de piloto reserva, sem descartar a ideia de ir para a Indy com a equipe Coyne.

As únicas possibilidades são Williams e Alfa Romeo, que analisam vários candidatos. De acordo com informações recolhidas no paddock de Spa, Albon seria a primeira escolha do time britânico neste momento, à frente de Nyck De Vries e Guanyu Zhou, completando um trio que visa a provável vaga de George Russell, especulado na Mercedes.

Leia também:

"Alex ainda é uma parte importante da nossa equipe", comentou o chefe da Red Bull, Christian Horner. "Ele desempenhou um papel fundamental nesta temporada e continuará a fazê-lo até o final do ano. Só estamos avaliando para ele se há opções para 2022 na F1, mas caso não dê, seguirá com o mesmo papel que desempenhou por nós este ano."

Se Horner e Helmut Marko não conseguirem encontrar um volante para Albon, não é 100% certo que o piloto permaneça vinculado à equipe. Ele recentemente iniciou negociações com a Coyne para avaliar uma possível entrada na Indy na próxima temporada, uma eventualidade que por enquanto continua sendo o plano 'B', dependendo do feedback de Williams e Alfa Romeo.

F1 2021: POLÊMICA em Spa, CRÍTICAS à F1, POLITICAGEM dos CARTOLAS e +; debate sobre a não-corrida

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

TELEMETRIA: Quem vai se dar bem na segunda metade da temporada de 2020 da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Teto orçamentário ganhará acréscimo por cancelamento do Japão
Artigo anterior

F1: Teto orçamentário ganhará acréscimo por cancelamento do Japão

Próximo artigo

F1 - Ricciardo relembra duelo com Alonso na Alemanha em 2014: "Ganhei respeito ali"

F1 - Ricciardo relembra duelo com Alonso na Alemanha em 2014: "Ganhei respeito ali"
Carregar comentários