Fórmula 1 GP do Bahrein

F1: Rivais da Mercedes esperam que equipe "acorde" em breve

Ferrari e Red Bull acreditam que não dá para sentenciar ano ruim de rival por apenas uma corrida

George Russell, Mercedes F1 W14

Os rivais da Mercedes na Fórmula 1 esperam que a montadora alemã "acorde" e se recupere rapidamente de seu péssimo início de temporada.

A equipe sofreu um decepcionante GP do Bahrein no fim de semana passado, ficando atrás das principais adversárias Red Bull e Ferrari, e também foi ultrapassada pela Aston Martin.

Leia também:

Suas dificuldades deixaram a montadora alemã pensando em uma mudança completa no conceito do carro, pois acredita que precisa fazer algo diferente para voltar à frente do grid.

Embora a possibilidade de precisar seguir uma direção alternativa de design tenha aberto a perspectiva de a Mercedes ter que sacrificar ganhos de curto prazo com seu atual W14, os rivais não estão convencidos de que a equipe ficará por baixo por muito tempo.

Eles acreditam que é muito cedo para concluir que a Mercedes está fora da batalha na frente simplesmente com base em seu desempenho no Bahrein.

O chefe da Ferrari, Fred Vasseur, disse: “É a primeira corrida e não precisamos fazer nenhuma conclusão.

“Acho que a Mercedes vai acordar logo. Não sabemos o que vai acontecer na próxima semana.

"A próxima corrida será uma história diferente, com um asfalto diferente em Jeddah. Então vamos ver se temos uma imagem melhor."

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

A crença de Vasseur sobre a Mercedes dar passos à frente de sua posição atual foi apoiada pelo consultor de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko.

Questionado se o principal rival da Red Bull era a Ferrari ou a Aston Martin, Marko disse: "Depois de uma corrida, é difícil dizer. Ainda restam muitos concorrentes. Também acredito que a Mercedes ficará melhor ao longo da temporada."

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, também acha que existe a possibilidade de a Mercedes obter ganhos significativos se mudar para um conceito de melhor desempenho.

"Já estou aqui há tempo suficiente para ver as coisas mudarem muito rapidamente", disse ele. “Acho que esses carros ainda são relativamente imaturos e, à medida que as equipes se desenvolvem e as atualizações chegam, as coisas vão mudar”.

Em meio a conversas sobre a mudança de conceito da Mercedes, Horner avalia que pode haver muita convergência para a solução no sidepod que seu esquadrão foi pioneiro, e a Aston Martin também buscou.

"Acho que as janelas operacionais desses carros são muito estreitas e cada equipe nas três primeiras parece ter desenvolvido sua própria solução", disse ele.

"Uma equipe adotou a nossa e obteve um ganho. Então, acho que em um ponto vai convergir e isso pode acontecer durante uma temporada."

Drive to Survive: saiba quais são os pontos positivos e negativos da nova temporada

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #220 - Fernando Alonso pode ser a 'salvação' da F1 em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Wolff 'rebate' declaração de Hamilton e diz que Mercedes segue unida
Próximo artigo F1: Após decepção no Bahrein, Mercedes planeja mudança radical para carro de 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil