F1 - Sainz diz que pode ser tão rápido quanto Leclerc: "Não sou mais lento do que ele"

Em Ímola, piloto espanhol foi apenas 11º no Q2, enquanto companheiro de equipe largou em quarto

F1 - Sainz diz que pode ser tão rápido quanto Leclerc: "Não sou mais lento do que ele"

Carlos Sainz disse que pode se igualar ao ritmo de uma volta de seu companheiro de equipe na Ferrari, Charles Leclerc, nas próximas corridas.

Como outros pilotos que mudaram de time em 2021 na Fórmula 1, Sainz tem lutado para se igualar a Leclerc enquanto se adapta a um novo ambiente, com o progresso não sendo ajudado pela redução do programa de testes de pré-temporada.

Leia também:

Em Ímola, o espanhol foi apenas 11º no Q2, enquanto o monegasco largou em quarto. No entanto, o novo piloto da Ferrari disse que seus melhores setores individuais foram tão bons quanto os de Leclerc.

“Eu sei que ele é um especialista em classificação”, disse Sainz.

“E particularmente na Ferrari ele parece estar realmente em casa e sabendo exatamente o que esperar do carro quando se trata de condições de alta aderência no Q2 e Q3, e ele é um especialista, ele é um piloto muito, muito bom."

“Mas, ao mesmo tempo, se há algo que vi nessas duas primeiras corridas é que não sou mais lento do que ele em nenhuma das curvas. Então eu sei que se juntar as voltas, posso estar lá em cima."

“Agora é uma questão de me concentrar em como reunir essas voltas, o que ele faz e o que posso fazer para melhorar."

“Ou talvez eu só precise de um pouco mais de tempo e mais experiência. Então, vamos ver, mas estou animado com o que vejo nos dados, e para mim é mais uma questão de tempo."

Sainz disse que teve um desafio particular em Ímola que o fez perder um ou dois décimos.

“Talvez tenha sido o meio-fio, como o carro vai reagir ao meio-fio, dependendo do ângulo que eu ataco o meio-fio”, disse.

“E fui pego algumas vezes em todas essas chicanas, talvez pegando o meio-fio em um ângulo diferente e saindo da posição."

“Há retas muito longas depois daqueles meio-fios e eu estava perdendo um ou dois décimos na reta seguinte por causa disso."

"Basicamente é disso que estou falando, só de saber como o carro vai reagir a qual ângulo, e ser bem preciso no ângulo de ataque para saber que na próxima reta não vou perder aquele décimo e meio que acabei de perder."

"Tenho certeza onde está esse tempo de volta e como ele pode ser extraído", concluiu.

F1 AO VIVO: Corridas aos sábados, GP no BRASIL, Mercedes vs Red Bull, Stock Car e mais | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
Podcast #100 - Oscar das pistas: histórias da F1 que rendem filme

Artigo anterior

Podcast #100 - Oscar das pistas: histórias da F1 que rendem filme

Próximo artigo

F1: Entenda como corridas classificatórias devem impactar estratégias das equipes nos fins de semana

F1: Entenda como corridas classificatórias devem impactar estratégias das equipes nos fins de semana
Carregar comentários