F1, Mercedes e Susie Wolff se defendem sobre acusação de conflito de interesses

Comunicado da categoria ‘reclama’ que caso envolvendo Toto Wolff e Susie Wolff não foi compartilhado com antecipação. Susie vê misoginia em acusação

Susie Wolff and Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes

Susie Wolff and Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes

Steve Etherington / Motorsport Images

A Fórmula 1 disse que qualquer sugestão de conflito de interesses entre a diretora administrativa da F1 Academy, Susie Wolff, e seu marido, Toto Wolff, está “errada”.

A FIA anunciou na noite de terça-feira que seu Departamento de Compliance abriu uma investigação sobre possíveis violações dos regulamentos do órgão.

Leia também:

Embora não cite Susie e Toto Wolff diretamente, um comunicado declarou que um chefe de equipe de F1 e um membro do pessoal da FOM seriam investigados após uma reportagem da mídia.

“A FIA está ciente da especulação da mídia centrada na alegação de que informações de natureza confidencial foram passadas a um diretor de equipe de F1 por um membro do pessoal da FOM. O Departamento de Conformidade da FIA está investigando o assunto", disse o comunicado.

Esta ação foi motivada por uma reportagem da revista BusinessF1 alegando que os chefes das equipes estavam descontentes com o fato de o chefe da Mercedes, Toto Wolff, ter tido acesso a informações secretas da FOM.

Com o entendimento de que haviam sido feitas reclamações à FIA, o presidente Mohammed Ben Sulayem tomou a decisão de levar o assunto adiante.

Mas qualquer sugestão de irregularidade por parte de Wolff e FOM foi fortemente negada pela F1, que administra a F1 Academy.

Em uma declaração que fazia referência ao fato de não ter sido notificada da investigação antes da declaração aos meios de comunicação social, a F1 defendeu tanto Wolff como a sua própria reputação. 

Stefano Domenicali, CEO, Formula 1, Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG, Mohammed bin Sulayem, President, FIA

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Stefano Domenicali, CEO, Formula 1, Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG, Mohammed bin Sulayem, President, FIA

“Tomamos nota da declaração pública feita pela FIA esta noite que não foi compartilhada conosco antecipadamente”, disse a F1.

“Temos total confiança de que as alegações estão erradas e temos processos e procedimentos robustos que garantem a segregação de informações e responsabilidades em caso de qualquer potencial conflito de interesses.

“Estamos confiantes de que nenhum membro de nossa equipe fez qualquer divulgação não autorizada a um chefe de equipe e alertamos qualquer pessoa contra fazer alegações imprudentes e sérias sem substância.”

Susie Wolff foi nomeada diretora administrativa da F1 Academy em março deste ano, tendo atuado mais recentemente como chefe de equipe e, posteriormente, CEO da equipe Venturi Fórmula E entre 2018 e 2022.

Fundadora da iniciativa Dare To Be Different, um programa concebido para aumentar a participação feminina no automobilismo, a escocesa tem sido desde então a oradora principal em grandes conferências, como a Pendulum Summit 2023, em Dublin.

Na qualidade de diretora administrativa da F1 Academy, Wolff se reporta diretamente ao CEO da F1, Stefano Domenicali.

Mercedes também se defende

A Mercedes defendeu Wolff veementemente sobre o que diz serem “alegações infundadas” e revelou que não teve comunicação com o órgão regulador sobre o assunto.

“Tomamos nota da declaração genérica da FIA esta noite, que responde a alegações infundadas de um único meio de comunicação, e do briefing não oficial que a vinculou ao chefe da equipe da Mercedes-AMG F1”, afirmou.

“A equipe não recebeu nenhuma comunicação do Departamento de Compliance da FIA sobre este assunto e foi muito surpreendente saber da investigação através de um comunicado à mídia.

“Rejeitamos totalmente a alegação na declaração e na cobertura da mídia associada, que afeta indevidamente a integridade e conformidade do nosso chefe de equipe.”

A Mercedes disse que vincularia uma resolução rápida ao assunto envolvendo a FIA e total transparência na investigação.

Acrescentou: “É claro que solicitamos correspondência completa, rápida e transparente do Departamento de Compliance da FIA sobre esta investigação e seu conteúdo”.

O Departamento de Compliance da FIA já entrou em ação nesta temporada, quando Lance Stroll foi investigado após o GP do Catar por empurrar seu coach após uma saída precoce da qualificação.

O canadense posteriormente recebeu uma advertência formal e pediu desculpas por seu comportamento.

A palavra de Susie

A diretora da F1 Academy, Susie Wolff, disse que está “profundamente insultada” pelas alegações sobre seu comportamento, que ela acredita estarem enraizadas em comportamento “intimidatório e misógino”.

“Estou profundamente insultada, mas infelizmente não estou surpresa com as alegações públicas que foram feitas esta noite”, escreveu ela.

“É desanimador que a minha integridade seja posta em causa desta forma, especialmente quando parece estar enraizada num comportamento intimidatório e misógino, e centrada no meu estado civil e não nas minhas capacidades.

“Ao longo da minha carreira no automobilismo, encontrei e superei inúmeros obstáculos e me recuso a permitir que essas alegações infundadas ofusquem minha dedicação e paixão pela F1 Academy.

“Como mulher neste esporte, enfrentei a minha parte de desafios, mas o meu compromisso em quebrar barreiras e preparar o caminho para o sucesso das gerações futuras permanece inabalável.

“Nos termos mais fortes possíveis, rejeito essas alegações.”

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: FIA investiga Toto e Susie Wolff por possível conflito de interesse
Próximo artigo F1: Mercedes admite que não tem ideia se voltará a vencer em 2024

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil