"F1 tem mais drama que a NASCAR", diz Haas

Segundo dono da nova equipe da Fórmula 1, a categoria é melhor em produção de dramas e de gerenciamento de novas ideias

"F1 tem mais drama que a NASCAR", diz Haas
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08 e Felipe Massa, Williams FW37 se tocam na pista
Red Bull Racing RB11 de Daniil Kvyat é recolhida após acidente
Red Bull Racing RB11 de Daniil Kvyat é recolhida após acidente
Haas F1 Team's Gunther Steiner, Romain Grosjean e Gene Haas
Gene Haas, Haas F1 Team
Romain Grosjean, Haas F1 Team e Gene Haas, Haas F1 Team

Com a estreia de sua equipe na Fórmula 1 no próximo ano, Gene Hass se torna o único em posição de fazer comparações entre duas das grandes categorias do automobilismo mundial.

A pouca experiência inicial de F1 o faz acreditar que a categoria ligada à FIA é melhor em reter a atenção dos fãs do que a NASCAR.

Falando em torno das possíveis mudanças na Lotus, Red Bull e Toro Rosso, Haas comentou: "Há muito drama. Ano passado eles pensavam que duas ou três equipes poderiam sair, mas no fim só a Caterham desistiu."

"Então sempre há essa coisa que eles falam que dois ou três times estão indo embora, mas eles sempre dão um jeito e acabam ficando."

"Acho que a F1 é mais transparente do que a NASCAR. Na F1 tudo é sempre discutido publicamente."

Grupo de estratégia

Haas acredita que o drama na F1 é produzido muito por conta da intriga que existe em torno das reuniões do grupo de estratégia e nas mudanças de regras previstas.

"Há essas reuniões do grupo (de estratégia) em que eles falam muitas coisas, mas que a mídia já toma como verdade."

"Mas há muito drama na F1. Provavelmente, acho que há mais drama na F1 do que na NASCAR. Mas é a F1, a categoria mais avançada no mundo sob o ponto de vista tecnológico."

Estilo diferentes de governança

Haas também acredita que há muitas diferenças na maneira em que as duas categorias são dirigidas.
"A FIA é definitivamente mais democrática. A NASCAR é mais ditatorial."

"Eles (NASCAR) basicamente dizem: 'aqui está o que queremos fazer'. Eles te ouvem, mas são eles que tomam as decisões."

"Na F1 você tem essas reuniões do grupo de estratégia quando qualquer um pode falar de suas ideias e depois votam se ela pode ser empregada. Isso é fundamentalmente diferente do que ocorre na NASCAR."

Entrevistado por Lee Spencer

compartilhar
comentários
Palmer mira vaga na Lotus em 2016: “ou isso ou nada”

Artigo anterior

Palmer mira vaga na Lotus em 2016: “ou isso ou nada”

Próximo artigo

Patrocinador responde: o que leva empresa a investir na F1?

Patrocinador responde: o que leva empresa a investir na F1?
Carregar comentários