F1: Teto de gastos cria guerra de desenvolvimento "com mãos atadas", diz Red Bull

Para o 'mago' Adrian Newey, as equipes precisam ser mais focadas, evitando trazer atualizações que não entreguem os resultados esperados

F1: Teto de gastos cria guerra de desenvolvimento "com mãos atadas", diz Red Bull
Carregar reprodutor de áudio

A Red Bull e a Ferrari mostram estar igualadas neste começo de temporada 2022 da Fórmula 1, e para o diretor técnico da equipe austríaca, Adrian Newey, a guerra de desenvolvimento dos carros ao longo do ano deve fazer a diferença, mas alertou para as limitações imposta pelo teto de gastos.

As duas equipes parecem ter acertado mais que seus rivais na compreensão dos conceitos dos novos carros neste início de era. Tanto no Bahrein quanto na Arábia Saudita ambas estiveram nas primeiras posições na maior parte das provas, muito à frente das demais.

Leia também:

Max Verstappen e Charles Leclerc protagonizaram grandes batalhas pelas vitórias em ambas as corridas, com a Ferrari levando a melhor no Bahrein e a Red Bull triunfando em Jeddah.

"Foi emocionante, não?", disse Newey após o GP da Arábia Saudita. "O rendimento do nosso carro e da Ferrari pareciam ser idênticos".

Verstappen disse que sua temporada começou apenas depois da vitória em Jeddah, já que tanto ele quanto Sergio Pérez abandonaram nas voltas finais do Bahrein por problemas técnicos com o carro. Mesmo com esses resultados, a Red Bull se encontra bem atrás da Ferrari no Mundial de Construtores mas, com 21 corridas ainda pela frente, a disputa segue aberta.

"Nossa temporada finalmente começou depois da decepção no Bahrein, foi bom poder devolver o golpe", disse Newey".

Devido à natureza do novo regulamento técnico, o desenvolvimento dos carros de F1 será chave em 2022 e Newey reconhece que isso será um dos fatores fundamentais na batalha pelas vitórias e títulos.

"Parece haver tão pouca diferença entre nós que acredito que será uma guerra incrível de desenvolvimento. Mas é também uma guerra que atacaremos de mãos atadas devido ao teto orçamentário".

"Ao mesmo tempo, esse limite de gastos também mudará a forma que trabalhamos para desenvolver e introduzir atualizações ao carro, diferente de como fazíamos anteriormente. Com o teto, temos que ser mais centrados com o que levaremos à pista, não podemos falhar. O que cria um desafio diferente, mas igualmente interessante".

Button critica extensão do novo contrato de Norris com a McLaren; entenda o 'caso'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #170 – Leclerc x Verstappen tem potencial para ser novo Verstappen x Hamilton?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Binotto vê Ferrari mais preparada para lutar pelo título do que em 2018
Artigo anterior

F1: Binotto vê Ferrari mais preparada para lutar pelo título do que em 2018

Próximo artigo

F1 - Sainz: Jeddah trouxe lições importantes para entender carro da Ferrari

F1 - Sainz: Jeddah trouxe lições importantes para entender carro da Ferrari