F1: Toto Wolff rebate Nico Rosberg sobre estratégia na França

Chefe de equipe da Mercedes diz que "não teve escolha" e que perda de posição na primeira parada de Hamilton foi inesperada

F1: Toto Wolff rebate Nico Rosberg sobre estratégia na França

Em um dia de "batalha perdida" contra a Red Bull, a Mercedes disse “não ter escolha” a não ser chamar Valtteri Bottas aos boxes primeiro e iniciar as primeiras paradas que acabaram custando a Lewis Hamilton a vitória do GP da França de Fórmula 1 deste domingo (20). Em sua luta contra o rival Max Verstappen.

O britânico ultrapassou o holandês na primeira volta da corrida após um erro do piloto da RBR, e liderava até começar a rodada de pit stops.

Leia também:

Bottas, terceiro colocado no momento, parou no final da volta 17 e trocou o pneu médio para o duro. A Red Bull respondeu trazendo Verstappen logo em seguida, o que permitiu o undercut sobre Hamilton, que esperou até a 19ª volta.

Os vencedores ainda chamaram o holandês mais uma vez para uma estratégia de duas paradas, o que forçou Lewis a manter uma única. Max conseguiu passar para a liderança com pneus mais frescos na penúltima volta e garantiu o vitória da corrida e aumentando a liderança do campeonato no processo.

Em entrevista à Sky Sports F1, o chefe da Mercedes Toto Wolff explicou as primeiras estratégias da equipe e respondeu à sugestão do analista da emissora Nico Rosberg de que teriam sido "muito gananciosos" com Bottas.

“Não, não tínhamos escolha”, disse ele. “O carro de Valtteri começou a vibrar e, no final, estávamos muito preocupados que o problema já viesse pela suspensão. Os pneus poderiam estourar a qualquer momento, porque estavam 'quadrados'. Sabíamos que iríamos parar muito cedo.”

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton, Mercedes W12

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton, Mercedes W12

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

O chefe de estratégia da Mercedes James Vowles fez o mea-culpa no rádio do britânico após a prova e disse: “Essa é por nossa conta. Obrigado por fazer tudo o que estava ao seu alcance para recuperar essa corrida."

Wolff sentiu que Hamilton estaria seguro com uma vantagem de um segundo para Verstappen na primeira ida aos boxes.

“Estávamos na liderança porque o Max cometeu o erro", disse ele. "Então nosso ritmo foi bom, estávamos cerca de três segundos à frente para evitar o undercut, mas não foi o suficiente. Faltava um tempo que perdemos em algum lugar.”

F1 AO VIVO: Verstappen SUPERA Hamilton e ABRE na LIDERANÇA; as análises do GP da França | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho do "drama" de Bottas e Mercedes em 2021?

 

compartilhar
comentários
CEO da F1 se reúne com governo paulista e diz que GP de São Paulo "está progredindo de modo correto"

Artigo anterior

CEO da F1 se reúne com governo paulista e diz que GP de São Paulo "está progredindo de modo correto"

Próximo artigo

F1: Horner brinca que Red Bull "dará cabelos brancos" a Wolff em 2021

F1: Horner brinca que Red Bull "dará cabelos brancos" a Wolff em 2021
Carregar comentários