F1: Verstappen critica formato 'repetitivo' de coletivas e entrevistas com imprensa

Holandês disse que os pilotos têm que lidar com as mesmas perguntas das redes de TV separadamente: "Você basicamente repete seis ou sete vezes"

F1: Verstappen critica formato 'repetitivo' de coletivas e entrevistas com imprensa
Carregar reprodutor de áudio

Max Verstappen disse que o novo formato de fim de semana da Fórmula 1 com a mídia não está funcionando para os pilotos, pois aumentou desnecessariamente sua carga de trabalho. O piloto da Red Bull acredita que mudanças são necessárias.

O Motorsport.com apurou que a Associação de Pilotos de GP (GPDA) escreveu para a F1 e a FIA para explicar o que os pilotos não gostaram no novo formato, além de sugerir que as coisas podem ser alteradas para torná-las melhor para todos.

Leia também:

Os pilotos acreditam que a forma como têm de responder repetidamente às mesmas perguntas das redes de televisão pode ser melhorada, bem como o funcionamento da programação atual antes do início da ação na pista.

A F1 e a FIA descartaram o dia oficial de mídia da quinta-feira para 2022, mudando as coletivas de imprensa para as manhãs de sexta-feira, em uma tentativa de criar um formato mais curto de apenas três dias.

No entanto, os pilotos têm ficado muito ocupados na quinta-feira com outros compromissos, e agora enfrentam uma jornada de trabalho mais longa na sexta-feira, graças a esse novo horário para coletivas de imprensa matinais.

Esse planejamento também não tem sido o ideal para a mídia, que tem menos conteúdo às quintas-feiras e constata que muitos dos comentários que são feitos às sextas-feiras de manhã, com os treinos que acontecem logo depois, são desperdiçados porque expiram.

Durante uma dessas sessões no GP da Emilia Romagna, Verstappen falou sobre as preocupações que os pilotos têm: "Acho que é mais sobre como estamos fazendo as coletivas de imprensa e as atividades com a mídia. Acho que antes era melhor."

"Agora, nossa quinta-feira é muito longa e oficialmente não é mais um dia. Mas, na verdade, para nós, é o mesmo número de vocês [jornalistas], ou até mais na quinta, e ainda mais agora na sexta, quando chegamos cedo."

"Chegar cedo não é um problema, mas o dia inteiro fica mais longo. Então, indo a mais corridas, você gostaria de ter um fim de semana mais curto."

"Mas agora com mais corridas, também temos fins de semana mais longos, então há mais dias em que estamos na pista e fazendo outras coisas. Então, isso definitivamente tem que mudar."

Max Verstappen, Red Bull Racing

Max Verstappen, Red Bull Racing

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Verstappen disse que uma das maiores frustrações para ele também é a maneira como os pilotos têm que lidar com as mesmas perguntas das redes de TV separadamente.

"Fazemos isso [a coletiva de imprensa], depois saímos e temos que conversar com todos os meios de comunicação separadamente [da televisão]", explicou o holandês.

“Mas todo mundo faz a mesma pergunta. E você basicamente repete seis ou sete vezes."

"O que você vê em outros esportes, quando eles têm uma coletiva de imprensa, há um monte de microfones reunidos. E, na verdade, em vez de dar aos repórteres apenas duas perguntas cada, todos eles fazem seis, oito ou 10 perguntas de uma vez, e todos pode transmiti-los."

"Então, acho que também é muito mais eficiente e agradável para todos, e você obtém muito mais dos pilotos."

George Russell, diretor do GPDA, deixou claro que o desejo dos pilotos de que as coisas mudem não é sobre confronto, mas sobre ser construtivo na tentativa de tornar a F1 melhor para todos.

“Estou na F1 há apenas três anos completos, mas entre todos os pilotos estamos incrivelmente próximos e temos comunicação constante com a F1 e a FIA para tentar melhorar nossa categoria em todos os aspectos”, disse ele.

"Está mudando constantemente, não há mais nada a dizer no momento. Mas acho importante que entre os pilotos, F1 e FIA, estejamos todos na mesma página e seguindo na mesma direção", concluiu.

Conheça as origens da rivalidade entre Verstappen e Leclerc

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #175 - Como explicar desempenho constrangedor de Hamilton em Ímola?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Porpoising é "barreira virtual" para progresso da Aston Martin
Artigo anterior

F1: Porpoising é "barreira virtual" para progresso da Aston Martin

Próximo artigo

F1: Telemetria explica erro de Leclerc que lhe custou o pódio em Ímola

F1: Telemetria explica erro de Leclerc que lhe custou o pódio em Ímola