F1 - Vettel na Fórmula E? Entenda rumor sobre volta de Sebastian às pistas

Caso alemão volte às pistas na próxima temporada da F-E, tetracampeão mundial faria retorno ao automobilismo competitivo após só um ano fora das competições

Sebastian Vettel, McLaren-Ford MP4/8

Nesta terça-feira pós-GP da Bélgica da Fórmula 1 e decisão da Fórmula E 2023 em Londres, surgiu em tabloides britânicos um rumor segundo o qual Sebastian Vettel, tetracampeão da categoria máxima do automobilismo mundial, poderia voltar às pistas para competir no campeonato elétrico.

A informação vem à tona após o chefe da Abt-Cupra na F-EThomas Biermaier, levantar a possibilidade de o alemão competir na categoria pela equipe germânica, o que 'casaria' com o discurso ambientalmente sustentável de 'Seb'.

O editor recomenda:

Caso Vettel de fato volte às pistas na próxima temporada da F-E, o tetracampeão da F1 faria seu retorno ao automobilismo competitivo depois de apenas um ano fora das competições, já que se aposentou da elite global do esporte a motor no fim de 2022, após dois anos na Aston Martin.

Neste sentido, pondera-se agora se ele assumirá o assento vago pela saída de Robin Frijns da Abt. Após a conclusão da nona temporada da categoria de monopostos elétricos, o time confirmou que o holandês não ficará na escuderia em 2023. O outro piloto da Abt no ano foi o suíço Nico Muller.

Ao confirmar a saída de Frijns e ser questionado sobre um substituto, Biermaier foi 'sugestivo' em entrevista ao Ran, da Alemanha: “Talvez [a vaga] vá para a Suíça, lá há pilotos que estão muito comprometidos com o meio ambiente e que fazem muito trabalho relativo à sustentabilidade”.

Foi o suficiente para começar a associação a Vettel, que mora em Turgóvia, na Suíça. Entretanto, não há mais informações quanto ao possível interesse de Seb na vaga e nem qualquer manifestação por parte do piloto neste sentido.

Além disso, sabe-se que, ainda que esteja bastante engajado em causas ambientais, outro motivo pelo qual o alemão se aposentou da F1 é a relação com a família: com os constantes compromissos com GPs da categoria máxima, Sebastian acabava ficando muito distante da esposa e dos filhos.

Tendo isso em vista, porém, é importante lembrar que o calendário da F-E é sempre bem menor que o da F1: em 2023, por exemplo, a competição elétrica já encerrou seu campeonato após 16 fins de semana de corridas. A categoria máxima, por outro lado, ainda tem mais 10 GPs, totalizando 22.

Norris ironiza Hamilton e Pérez: passou do ponto?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se Red Bull de 2023 pode ser comparada à McLaren de 1988

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Wolff fala em “catástrofe” caso F1 introduza lastro de sucesso
Próximo artigo F1: De saída da Sauber, Alfa Romeo estará em outra equipe em 2024

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil