F1: Webber diz que Leclerc pode ser “a próxima vítima” da Ferrari

Ex-piloto da F1 acredita que pressão pode fazer com que monegasco tenha mesmo destino de Vettel

F1: Webber diz que Leclerc pode ser “a próxima vítima” da Ferrari

Charles Leclerc completará sua segunda temporada com as cores da Ferrari ao final da temporada atual da Fórmula 1. É indiscutível que seus dois pódios no ano foram exceções, por causa  da falta de desempenho do SF1000.

Quando o monegasco chegou em 2019, a relação entre Sebastian Vettel e Ferrari enfraqueceu, com Leclerc conquistando o status de principal piloto da escuderia.

Leia também:

O fato de hoje Vettel ter se tornado uma pessoa indesejável dentro do programa da Ferrari, seu ex-companheiro, Mark Webber, acredita que isso pode facilmente se repetir em alguns anos com Leclerc, caso ele esteja em uma situação semelhante à de Vettel.

“Será interessante assistir o desenrolar do destino de Leclerc”, disse Webber ao Canal 4 da Austrália. "Eu me pergunto se o seu relacionamento com a Ferrari vai se desenvolver."

"O amor é ótimo agora, mas se os próximos dois anos não fizerem uma grande diferença, Leclerc pode facilmente se cansar em três anos."

"Pertencer à Ferrari vem com uma pressão incrível e ele pode facilmente ser a próxima vítima."

Leclerc ficou desapontado em Mugello depois de conseguir largar em quinto, mas terminar apenas 8º em uma corrida em que apenas 12 alcançaram a linha de chegada. 

O piloto sempre foi honesto nas avaliações pós-corrida e Mugello não se desviou disso.

"Estávamos apenas lentos, não vale a pena insistir", disse aos repórteres após o GP da Toscana.

“Não tínhamos ritmo. Comecei bem, acho que tirei o máximo possível nas primeiras voltas. Os dois Mercedes se afastaram, então o ar na minha frente estava limpo. Mas sofri o tempo todo com o carro.”

“Precisamos ser honestos e entender os problemas. No início do ano, conseguimos melhorar na corrida após uma classificação mais fraca. Agora estivemos bem no sábado e depois lutamos contra o carro durante toda a corrida.”

Ferrari vive o caos e Reginaldo Leme relembra momentos de crise da escuderia italiana na Fórmula 1

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

compartilhar
comentários
F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021

Artigo anterior

F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021

Próximo artigo

F1: Sainz revela irritação com saída de Pérez da Racing Point

F1: Sainz revela irritação com saída de Pérez da Racing Point
Carregar comentários