Fórmula 1 GP de Singapura

F1: Wolff diz que paddock já sabia que uma equipe já havia estourado "massivamente" teto orçamentário

Chefe da Mercedes disse que paddock da F1 já sabia que uma equipe havia ultrapassado limite de gastos de maneira massiva no ano passado

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG, meets a VIP

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que agora é um "segredo aberto" no paddock da Fórmula 1 que uma equipe foi "fundamentalmente massiva" sobre o limite de custos no ano passado.

Depois de um dia de desenvolvimentos rápidos no paddock do GP de Singapura, com especulações focadas no fato de que a Aston Martin e a Red Bull potencialmente não cumpriram o limite de 2021, Wolff não se conteve em suas opiniões sobre a gravidade do assunto.

Leia também:

Depois que o chefe da Red Bull, Christian Horner, indicou no início do dia que sua equipe estava abaixo do limite de US$ 145 milhões, Wolff disse que isso contrariava o que as figuras seniores do paddock ficaram sabendo.

“É engraçado Christian dizer isso porque já faz semanas e meses que eles estão sendo investigados, então talvez ele não fale com seu CFO”, disse Wolff à Sky F1. “Na verdade, todos nós fomos investigados, então isso é um segredo aberto no paddock."

Wolff disse que a questão de uma violação do limite de custos não era algo que deveria ser deixado de lado porque sua equipe sacrificou o desempenho do carro e teve que perder funcionários para garantir que cumprisse o limite estabelecido.

Então, ele disse que seria um duro golpe se qualquer gasto excessivo fosse tratado com leniência.

"É peso, massivamente pesado", disse ele sobre o assunto. "Estamos usando peças usadas. Não estamos utilizando o que gostaríamos, não estamos desenvolvendo o que poderíamos estar desenvolvendo.

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

"Demitimos mais de 40 pessoas que fazem muita falta em nossa organização, e foi um grande projeto gigantesco.

"Não sei quantas dezenas de milhões tivemos que reestruturar e reprocessar para ficar abaixo do limite. E se alguém não está fazendo isso, ou ultrapassando os limites, cada milhão [que você não gasta] é uma grande desvantagem."

Embora a questão atual esteja relacionada aos gastos na campanha de 2021, com a FIA afirmando que os certificados de conformidade serão emitidos na próxima semana, Wolff acredita que as implicações serão enormes.

Ele diz que, se a Red Bull gastou demais no ano passado, poderia trazer benefícios neste ano e até 2023.

“A parte crucial é que, se você terminou em 2021, acabou em 2022”, disse ele. "Isso significa que você tem uma vantagem em 2023.

"Se é verdade que eles [Red Bull] homologaram o chassi leve este ano, eles podem usá-lo no ano que vem. Portanto, é realmente uma cascata de eventos que pode ser influente em todos os três campeonatos."

FERRARI NA BRONCA

Quem também opinou sobre o caso foi o diretor da Ferrari, Laurent Mekies, também cobrando a Federação uma forte resposta.

“Agora não é segredo que duas equipes quebraram os regulamentos do teto orçamentário de 2021, uma por uma quantia significativa, a outra menos. Consideramos isso algo muito sério e esperamos que a FIA gerencie a situação de maneira exemplar”.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast #197 - Na berlinda, qual será o futuro de Ricciardo e Schumacher?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - VÍDEO: Ricciardo é visto em instalação rival e aquece rumores
Próximo artigo F1: Alonso coloca Verstappen entre os maiores pilotos de todos os tempos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil