F1: Wolff diz que abandonos farão a diferença na luta pelo título

Chefe da Mercedes acredita que variação pequena de pontos para cada lado não teria um impacto tão grande quanto um abandono na reta final de 2021

F1: Wolff diz que abandonos farão a diferença na luta pelo título

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que os abandonos "farão uma grande diferença" na luta pelo título da Fórmula 1 em 2021, e não as pequenas variações de pontos entre Lewis Hamilton e Max Verstappen.

O britânico perdeu a liderança do Mundial de Pilotos novamente após cruzar a linha de chegada em quinto na Turquia, com o segundo lugar de Verstappen permitindo que ele abrisse uma diferença de seis pontos na classificação.

Leia também:

Hamilton largou de 11º após uma punição pela troca do motor de combustão interno, mas estava na luta pelo pódio antes da Mercedes optar por mantê-lo na pista enquanto os carros ao redor paravam para colocar novos intermediários, com o heptacampeão entrando apenas no fim.

A decisão foi questionada por Hamilton na corrida e, posteriormente, analisada pela Mercedes, cujos dados mostraram que o heptacampeão teria caído para o fundo da zona de pontos se não tivesse entrado.

A Mercedes disse, após a corrida, que o objetivo ao trazer Hamilton naquele momento era de minimizar o prejuízo, e Wolff enfatizou as consequências que não terminar uma corrida teria na luta pelo título.

"A temporada inteira tem sido um vai e vem. Erramos juntos. Vencemos juntos. Tivemos variações maiores no passado com oportunidades perdidas. Esta foi uma decisão muito, muito dura. Decidimos por algo que não foi o certo".

"No final, perdemos oito pontos [na Turquia] para a Red Bull por conta da punição. A Red Bull [na Rússia] ficou feliz com uma perda de sete pontos. Então será apertado até o fim. Abandonos farão uma grande diferença, e isso também foi considerado, não apenas variações de quatro ou cinco pontos".

Hamilton possui apenas um abandono em 2021, ao não terminar o GP da Itália após a colisão com Verstappen, que terminou com uma punição ao piloto da Red Bull, repassada para Sochi.

Além de abandonar na Itália, Verstappen também não terminou o GP da Grã-Bretanha, após o contato com Hamilton na primeira volta. O britânico recebeu uma punição dentro da corrida, mas se recuperou para vencer com a Mercedes.

Outra prova que o holandês não terminou foi o Azerbaijão, com um furo no pneu enquanto liderava, mas como chegou a completar 90% da distância da corrida, ele acabou sendo considerado na classificação oficial.

F1: Entenda como CALENDÁRIO de 2022 se tornou o mais INSANO e DESAFIADOR para equipes e pilotos

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #138 – Red Bull não sabe o que fazer contra Mercedes após GP da Turquia?

 

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Red Bull descobriu problema? Mercedes será desfalcada?
Artigo anterior

RETA FINAL: Red Bull descobriu problema? Mercedes será desfalcada?

Próximo artigo

F1: Saiba quanto cada piloto colaborou para a pontuação de suas equipes em 2021

F1: Saiba quanto cada piloto colaborou para a pontuação de suas equipes em 2021
Carregar comentários