F1: Wolff diz que “dois fins de semana muito ruins” não farão Mercedes mudar planos de 2022

Equipe alemã apresentou mau desempenho nas corridas de Mônaco e Baku

F1: Wolff diz que “dois fins de semana muito ruins” não farão Mercedes mudar planos de 2022

A Mercedes insistiu que não deverá retirar recursos do desenvolvimento de seus carros de Fórmula 1 de 2022, apesar das lutas recentes que enfrentou nas pistas nesta temporada.

A equipe alemã passou por dois finais de semana difíceis em Mônaco e Baku, com o chefe do time, Toto Wolff, dizendo que suas atuações recentes são "inaceitáveis" se ela quiser vencer a Red Bull em 2021.

Leia também:

Com a F1 mudando para um conceito de carro totalmente novo a partir do próximo ano, as escuderias estão bem cientes de que precisam aplicar o máximo de recursos possível no monoposto de 2022.

Muitos acreditam que, se ficarem para trás no início da nova era, podem levar muitos anos para se recuperar.

Em entrevista após o GP do Azerbaijão, Wolff disse que apesar de terem tido "dois finais de semana de corrida muito ruins", não mudarão nenhum decisão já tomada.

“Já reajustamos os planos para 2022”, disse Wolff. "E não há como escapar disso."

“Não vamos mudar nenhuma decisão que tenhamos tomado, decisões estratégicas, só porque tivemos dois finais de semana de corrida muito ruins."

“Sabíamos que essas duas pistas são provavelmente as piores para nós. E espero estar certo com essa avaliação."

"Vamos ver como vão as corridas europeias agora. Mas claramente esses dois estavam absolutamente abaixo dos padrões que estabelecemos para nós mesmos e das expectativas que estabelecemos."

Enquanto a Mercedes deixa claro que um impulso para este ano não deve comprometer os planos do próximo ano, Max Verstappen, da Red Bull, pediu que sua equipe jogasse tudo nesta temporada.

O holandês disse que, sem ter uma garantia de sucesso em 2022, seria tolice desperdiçar a oportunidade de uma disputa total pelo título nesta temporada.

"Eu acho que enquanto tivermos uma grande chance de ganhar este campeonato, não devemos deixá-lo ir", disse.

"É claro que é difícil dizer. Este ano é um pouco complicado, mas no ano que vem, podemos ganhar. Nunca se sabe. Mas quando você tiver uma chance este ano, com certeza, iremos em frente", concluiu.

Hamilton INFALÍVEL? Relembre cinco ERROS e BARBEIRAGENS do heptacampeão na F1; veja o top 5 e opine

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #110 - Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Mazepin esclarece rumores sobre serviço militar na Rússia
Artigo anterior

F1: Mazepin esclarece rumores sobre serviço militar na Rússia

Próximo artigo

F1: Alonso espera Alpine melhor com retorno a pistas tradicionais

F1: Alonso espera Alpine melhor com retorno a pistas tradicionais
Carregar comentários