F1: Wolff explica problema de Hamilton e diz que temporada "está longe de acabar"

Chefe da Mercedes diz que equipe projeta que Hamilton perdeu cerca de 30 pontos de downforce com danos

F1: Wolff explica problema de Hamilton e diz que temporada "está longe de acabar"

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, revelou que os danos ao carro de Lewis Hamilton devido às zebras durante o GP da Áustria de Fórmula 1 custaram cerca de 30 pontos de downforce, o que levou à perda de rendimento do heptacampeão, que terminou em quarto.

Hamilton chegou até o segundo lugar na primeira metade da corrida, passando o companheiro de equipe, Valtteri Bottas, e Lando Norris.

Leia também:

Mas no começo do segundo stint, a equipe informou Hamilton que ele tinha danos na traseira do carro, custando downforce. Isso fez com que os tempos de volta caíssem, permitindo que Bottas e Norris o ultrapassassem.

Uma segunda parada incluiu uma mudança de balanço no carro de Hamilton, mas não foi suficiente para retomar o ritmo e reduzir a diferença para Norris, terminando em quarto a 26s.

Falando após a corrida, Wolff revelou que as suspeitas iniciais colocam que Hamilton tenha perdido 30 pontos de downforce, o que causa uma grande perda de performance.

"Calculamos uma perda de cerca de 30 pontos, mas não é um número confirmado ainda", disse Wolff. "Mas houve uma grande queda de performance, e isso significa que ele estava levando os pneus a uma direção que não aguentariam até o fim".

"Então queríamos avaliar sua performance após o ano, e se era possível para Valtteri protegê-lo contra Lando, mas não teve como. Ele também foi justo com Valtteri, deixando-o fazer sua própria corrida, e esse foi o momento em que decidimos inverter as posições, entendendo que ele poderia perder a terceira posição para a McLaren".

Perguntado qual seria a perda no tempo de volta, Wolff disse que "era muito difícil de dizer".

"É apenas uma primeira suspeita com base nos sensores. E não dá pra traduzir no tempo de volta".

Hamilton disse após a corrida que não tinha certeza de onde teria danificado o carro, mas a Mercedes acha que foi na última curva.

"Acho que foi na volta 30, na curva 10, onde há uma zebra bem agressiva. Não achamos que foi um erro. Foi simplesmente a carga acumulada, e precisamos analisar o que aconteceu".

O problema fez com que Hamilton ficasse ainda mais atrás na luta contra Verstappen, que aumentou a vantagem para 32 pontos.

"Claro, cada ponto é um golpe, e ele perdeu seis pontos em comparação ao que ganharia se ficasse em segundo. Somando tudo isso mostram que o nosso momento está na direção errada".

"Mas ainda está longe de acabar. São 32 pontos. É praticamente um abandono de distância. E ele está na caça".

"Se olharmos para Baku e o potencial, e olharmos para outras corridas no geral, só precisamos melhorar nosso jogo, errar menos e seguir entendendo melhor o carro. Aí ainda estaremos bem na luta".

F1 AO VIVO: PASSEIO de Verstappen, SOFRIMENTO de Lewis, POLÊMICA com Norris e ZICA de Pérez | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Mercedes jogou a toalha para 2021 após derrota na Estíria?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Sainz não acreditava que estratégia da Ferrari fosse funcionar
Artigo anterior

F1: Sainz não acreditava que estratégia da Ferrari fosse funcionar

Próximo artigo

F1 - Horner: "Norris não merecia punição por incidente com Pérez"

F1 - Horner: "Norris não merecia punição por incidente com Pérez"
Carregar comentários