Ferrari espera colocar Ilott em alguns treinos livres ao longo de 2021

O vice-campeão da F2 afirmou no ano passado que não voltará à categoria

Ferrari espera colocar Ilott em alguns treinos livres ao longo de 2021

A Ferrari terá um novo piloto reserva e de testes para a temporada 2021 da Fórmula 1: Callum Ilott, vice-campeão da Fórmula 2 no ano passado, que não retornará à categoria neste ano. E a equipe italiana quer seguir colaborando com o desenvolvimento do piloto de sua Academia. Além do programa que terá como piloto de testes, a equipe espera poder colocá-lo em alguns treinos livres ao longo do ano.

No final de 2020, a Academia da Ferrari enfrentava uma séria decisão sobre qual ou quais pilotos dariam o passo da F2 para a F1. No final, apenas Mick Schumacher conquistou uma vaga, com a Haas, ao lado de Nikita Mazepin.

Leia também:

Alguns esperavam que Ilott pudesse ter uma vaga na Alfa Romeo, mas a equipe suíça optou por manter Antonio Giovinazzi ao lado de Kimi Raikkonen pelo terceiro ano consecutivo.

Em dezembro, Ilott deixou claro que não voltaria à F2. "Uma parte de mim adoraria voltar. Mas o segundo lugar é apenas uma posição abaixo e perdi somente por 14 pontos. Sempre poderia dar razões para isso, mas não quero dar desculpas. Penso que se fiquei entre os dois primeiros, não tenho que voltar a provar meu valor".

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, em entrevista ao site da F1, expressou o desejo de colocar o britânico em algumas sessões de treino livre de sexta, com o objetivo de seguir promovendo seus talentos a caminho de uma vaga no Mundial.

"Teremos Mick na Haas começando seu caminho na F1, mas temos jovens pilotos na F2, como Robert Shwartzman. E temos também Callum Ilott, que será nosso piloto de testes. Ele terá um programa de simulador e fará também treinos livres.

A expectativa, porém, é que Ilott não tenha essa oportunidade com a Ferrari, especialmente por conta da mudança de regulamento para 2021, reduzindo as sessões para apenas 60 minutos cada. A Alfa Romeo e a Haas surgem como alternativas.

Ilott teve sua primeira atividade como piloto da Ferrari no mês passado, quando completou 50 voltas em Fiorano com o carro de 2018. A semana de testes na pista particular da montadora contou também com a participação de Charles Leclerc, Carlos Sainz, Schumacher, Shwartzman, Marcus Armstrong e Giuliano Alesi.

"Foi um bom começo de ano para adquirir mais experiência com a equipe e compreender o trabalho na F1. Espero que esteja o mais imerso possível no mundo da Ferrari", disse Ilott após o teste.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 na BAND? O que esperar da COBERTURA da categoria na possível VOLTA à emissora:

PODCAST: Bottas reagirá na Mercedes? Como compará-lo a Barrichello, Webber e cia?

 

compartilhar
comentários
Grosjean aceita convite de Wolff para teste de despedida da F1 com Mercedes: "Ele pode esperar minha ligação"
Artigo anterior

Grosjean aceita convite de Wolff para teste de despedida da F1 com Mercedes: "Ele pode esperar minha ligação"

Próximo artigo

Domenicali cita aumento de audiência para rebater críticas de "corridas chatas" na F1

Domenicali cita aumento de audiência para rebater críticas de "corridas chatas" na F1
Carregar comentários