Force India é única equipe com dois pilotos nos pontos

Paul di Resta, sétimo, e Nico Hulkenberg, nono, agradecem chuva e ressaltam bom ritmo com os pneus intermediários

Force India é única equipe com dois pilotos nos pontos
Di Resta e Hulkenberg chegaram nos pontos

O Grande Prêmio da Malásia não será lembrado apenas pela fantástica vitória de Fernando Alonso, o surpreendente segundo lugar de Sergio Perez e a performance convincente de Bruno Senna. O equilíbrio das equipes em Sepang foi marcante. As dez posições que valem pontos foram ocupadas por nove times diferentes. A única escuderia a colocar os dois pilotos entre os dez foi a Force India.

Paul di Resta, o sétimo na Malásia, pontuou pelo segundo GP consecutivo. "O começo da corrida foi confuso e girava em torno de se manter na pista e ficar longe de problemas. Fiz isso bem até o Maldonado me acertar pouco antes da bandeira vermelha, o que me fez rodar e perder umas três posições."

"Após a relargada, nosso ritmo era muito bom com pneus intermediários e fomos capazes de acompanhar o pelotão da frente. Quando a pista secou trocamos para pneus de pista seca no mesmo momento que os outros em uma alternativa segura para nos manter nas primeiras posições", afirmou di Resta.

O resultado incrível da Force India na segunda etapa do Mundial está relacionado, segundo o escocês, a uma dose de estrela. "Demos sorte com alguns abandonos na frente, mas no automobilismo a sorte é fundamental. Considerando onde começamos, podemos estar muito felizes com esse resultado."

Companheiro de Paul di Resta, Nico Hulkenberg somou seus primeiros pontos na temporada - terminou na nona posição. "Fomos sétimo e nono em um grande resultado para a equipe. Claro que a chuva ajudou a embaralhar o grid, mas acho que podemos estar felizes com a corrida que tivemos."

O alemão, que retornou à titularidade na F-1 após um ano como piloto de testes, avalia que houve demora na interrupção da corrida. "Na hora em que choveu forte era difícil manter o carro na pista. É muito difícil guiar sem ver nada e para mim a corrida foi interrompida com atraso. Quando relargamos, deu tudo certo. Sofri um pouco com os pneus intermediários, mas mantive a cabeça erguida e estou feliz com o resultado."

compartilhar
comentários
Após novo abandono, Maldonado culpa erro na estratégia
Artigo anterior

Após novo abandono, Maldonado culpa erro na estratégia

Próximo artigo

Massa reconhece ritmo ruim, mas culpa erro estratégico por 15º lugar

Massa reconhece ritmo ruim, mas culpa erro estratégico por 15º lugar
Carregar comentários