GP de Eifel de F1: Schumacher testa Alfa e Ilott a Haas na Alemanha

compartilhar
comentários
GP de Eifel de F1: Schumacher testa Alfa e Ilott a Haas na Alemanha
Por:

Shwartzman fará sua primeira participação em treinos no final da temporada em Abu Dhabi, mas ainda não foi confirmado por qual equipe

Pilotos da Academia da Ferrari, Mick Schumacher e Callum Ilott terão suas primeiras participações em uma sessão de treinos oficial da Fórmula 1 no GP de Eifel, em Nurburgring, com a escuderia anunciando planos para um trio de seus jovens.

Com a Ferrari ponderando os próximos passos para seus vencedores da corrida na Fórmula 2 2020, Schumacher se juntará a Ilott para obter algumas voltas no primeiro treino livre em Nurburgring.

O editor recomenda:

Schumacher vai pilotar pela Alfa Romeo, ocupando o cockpit de Antonio Giovinazzi, enquanto Ilott participa da sessão de treinos com a Haas. A equipe americana cederá o carro de Romain Grosjean. Robert Shwartzman fará sua primeira participação em treinos no final da temporada em Abu Dhabi, mas ainda não foi confirmado por qual equipe.

Antes da estreia no fim de semana na F1, o trio também testará na pista de testes de Fiorano da Ferrari na quarta-feira, ao volante de um carro SF71H de2018. O diretor esportivo da Ferrari, Laurent Mekies, responsável pela Ferrari Driver Academy, disse: "Queríamos organizar esta sessão de teste para que nossos três melhores jovens estivessem o mais bem preparados possível para enfrentar um evento que será sempre um momento especial para eles.”

"Será uma chance de se familiarizar com um carro de Fórmula 1, que é muito mais complicado do que o carro que eles estão acostumados a dirigir”, seguiu o dirigente do time italiano de Maranello.

Schumacher atualmente lidera a F2, após outra vitória em corrida na Rússia no fim de semana passado. Ele está 22 pontos à frente de Ilott, faltando apenas uma rodada para o GP do Bahrein.

O progresso que Schumacher fez nesta temporada impressionou os espectadores, com o diretor esportivo da F1, Ross Brawn, dizendo no início desta semana que sentia que o jovem estava amadurecendo bem.

"Quando você carrega o manto do nome Schumacher, não é um trabalho fácil", disse Brawn em sua coluna regular pós-corrida após o GP da Rússia. O dirigente trabalhou com o pai de Mick, Michael Schumacher, no período de ouro de piloto e Ferrari nos anos 2000.

"Isso pode lhe dar alguns benefícios, mas você está sujeito a escrutínio o tempo todo. Mick lidou com isso incrivelmente bem e na última parte desta temporada, sua segunda na F2, começamos a vê-lo maduro e a se desenvolver extremamente bem como um piloto”.

Ferrari vive o caos e Reginaldo Leme relembra momentos de crise da escuderia italiana na Fórmula 1

PODCAST Motorsport.com debate a crise sem fim da Ferrari na temporada 2020 da F1

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Related video

VÍDEO: Chefe da Ferrari tem carro guinchado perto de Maranello

Artigo anterior

VÍDEO: Chefe da Ferrari tem carro guinchado perto de Maranello

Próximo artigo

Red Bull vê Racing Point como ameaça: "Eles têm um carro muito competitivo"

Red Bull vê Racing Point como ameaça: "Eles têm um carro muito competitivo"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Mick Schumacher , Callum Ilott , Robert Shwartzman
Autor Jonathan Noble