F1: Hamilton diz que apoiaria "corrida gratuita" na Bélgica para compensar fãs

Forte chuva limitou a prova em Spa a apenas duas voltas atrás do safety car

F1: Hamilton diz que apoiaria "corrida gratuita" na Bélgica para compensar fãs

Lewis Hamilton disse que gostaria de ver a Fórmula 1 dar aos fãs uma “corrida gratuita" em Spa para compensar o fracasso do último domingo (29) no GP da Bélgica.

Os torcedores em Spa ficaram desapontados depois que a forte chuva limitou a prova a apenas duas voltas atrás do safety car antes que o resultado fosse anunciado e uma classificação fosse emitida.

Foi a corrida mais curta na história da F1, batendo o recorde anterior do GP da Austrália de 1991, que durou apenas 14 voltas. Cumprindo o requisito mínimo para uma classificação, meio ponto foi concedido, com Hamilton vendo sua liderança sobre Max Verstappen cair para apenas três pontos no campeonato de pilotos.

Leia também:

Em entrevista após a corrida, o heptacampeão classificou a prova de “farsa” e disse que a decisão de correr as duas voltas atrás do safety car foi puramente por razões comerciais.

O britânico da Mercedes pediu aos chefes da F1 que reembolsassem os fãs que compareceram ao evento no domingo.

Embora uma remarcação da corrida em Spa pareça estar fora de questão para este ano, Hamilton disse que uma etapa gratuita para os fãs seria algo que ele apoiaria.

“Eu realmente voltaria”, disse Hamilton. “Eu adoro isso aqui, então se houver uma maneira de encontrarmos uma janela onde não esteja chovendo e dermos aos fãs uma corrida gratuita, isso seria ótimo.”

A ideia de Hamilton foi apoiada pelo piloto da Williams, George Russell, que conquistou seu primeiro pódio na F1 em Spa.

“Se tivéssemos que ter uma corrida substituta [este ano], eu não teria nada contra voltar aqui”, disse Russell. 

“Talvez essa possa ser outra maneira de retribuir a perda de hoje", concluiu.

Ao contrário de categorias como a Indy e NASCAR, a F1 não conseguiu adiar a corrida para segunda-feira devido à enorme escala do evento e ao número de pessoas envolvidas.

O presidente da FIA, Jean Todt, revelou na quarta-feira (01) que os líderes da F1 se reunirão com as equipes no início do mês que vem para discutir uma possível mudança nos regulamentos para evitar a repetição do ocorrido na Bélgica.

F1 em Spa: HIPOCRISIA dos PONTOS, MOTIVOS para a NÃO-corrida, PISTOLADA de pilotos, TAPETÃO e causos

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #128 - GP da Bélgica foi o maior fiasco da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Verstappen defende que F1 deveria começar GPs mais cedo em casos como Spa
Artigo anterior

Verstappen defende que F1 deveria começar GPs mais cedo em casos como Spa

Próximo artigo

Ricciardo acredita que F1 encontrou equilíbrio entre perigo e segurança

Ricciardo acredita que F1 encontrou equilíbrio entre perigo e segurança
Carregar comentários