Fórmula 1
25 set
Treino Livre 1 em
15 Horas
:
01 Minutos
:
19 Segundos
09 out
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
28 dias
04 dez
Próximo evento em
70 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
77 dias

Hamilton diz que seus pneus "pareciam balões" em Silverstone

compartilhar
comentários
Hamilton diz que seus pneus "pareciam balões" em Silverstone
Por:

Piloto inglês disse sentir que estava pilotando apenas com ‘meio pneu’ no final da prova em Silverstone

O hexacampeão Lewis Hamilton suspeita que o aumento da pressão dos pneus, que os levou a serem como "balões" na pista, contribuiu para os problemas que afetaram a performance da Mercedes no GP do Aniversário de 70 anos da Fórmula 1.

Max Verstappen conquistou uma vitória surpreendente para a Red Bull em Silverstone, enquanto a Mercedes lutou para manter os pneus inteiros durante toda a corrida. Hamilton disse que não esperava que o desenrolar da prova fossem tão ruim quanto foi.

Na última semana, os pneus Pirelli apresentaram problemas nas últimas voltas da corrida em Silverstone. Por conta disso, os comissários da F1 decidiram aumentar a pressão mínima dos pneus.

Hamilton suspeita que esse aumento na pressão dos pneus pode ter sido a causa do mau desempenho da Mercedes na corrida deste domingo.

Questionado se ele suspeitava da razão para a Mercedes ter sido mais prejudicada outras equipes, o britânico disse: “Não que eu saiba no momento, mas tenho certeza de que a equipe trabalhará o máximo que puder, porque nós nunca tivemos isso antes”.

“Eu imaginaria que o mais provável é obviamente que a Pirelli estava lutando com as falhas de pneus na semana passada. Então, após o final de semana, eles apenas aumentaram as pressões mais e mais. Agora os pneus pareciam balões, são as maiores pressões que já tivemos em um circuito como esse”.

“Eu não ficaria surpreso se isso fosse um problema para nós. Mas eu não sei se alguém teve problemas com bolhas como a gente, então é algo que vamos investigar”.

Hamilton disse que ficou feliz em se recuperar e terminar em segundo depois de uma corrida complicada, na qual sentiu que estava dirigindo com apenas meio pneu em alguns momentos.

“Definitivamente, é inesperado bolhas tão fortes como as que experimentamos”, disse ele. “Mas estou muito grato por ter progredido e conseguido terminar a corrida”.

"Acho que no final tive bolhas de novo, mas já estava pressionando bastante para chegar nos caras”.

Ele acrescentou: “Naquele segundo stint, eu estava administrando de um modo que você não acreditaria. Eu estava administrando com toda minha habilidade, mas simplesmente não fez nenhuma diferença para a formação de bolhas".

“No final, eu estava basicamente pilotando com meio pneu. Se você olhar nos espelhos, uma metade estava desgastada e outra estava boa, então ela se manteve firme. Mas é claro que eu estava nervoso que explodisse ou algo assim”.

Assista ao Pódio, análise do Motrsport.com sobre a corrida em Silverstone:

Racing Point recebe nova reprimenda por dutos de freios copiados da Mercedes

Artigo anterior

Racing Point recebe nova reprimenda por dutos de freios copiados da Mercedes

Próximo artigo

Tensão na Ferrari: Leclerc celebra quarto lugar, mas Vettel detona a equipe; entenda

Tensão na Ferrari: Leclerc celebra quarto lugar, mas Vettel detona a equipe; entenda
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de 70º aniversário
Pilotos Lewis Hamilton
Autor Jonathan Noble