Honda admite preocupação após problemas em teste

Com relação deteriorando nos bastidores, chefe da fábrica japonesa garante novo motor para McLaren na estreia na Austrália

Honda admite preocupação após problemas em teste
Honda logo on the nose of the McLaren MCL32
Yusuke Hasegawa, Senior Managing Officer, Honda
Yusuke Hasegawa, Honda Senior Managing Officer
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32 and Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Carregar reprodutor de áudio

Depois de sofrer duas falhas em seu motor durante os testes desta semana, a Honda e a McLaren ligaram a luz de alerta antes do início da temporada. Mas, além das falhas, o motor não aparentou ter dado o passo esperado em performance. Segundo relatos, a Honda chegou a até mesmo andar com menos potência que no ano passado por questões de confiabilidade.

Falando à TV espanhola Movistar, o chefe do projeto da F1 da Honda, Yusuke Hasegawa, disse que o segundo problema enfrentado nos testes é motivo para preocupações.

"No primeiro dia nós tivemos um problema no sistema de óleo, no tanque de óleo. Normalmente o tanque de óleo tem que gerenciar o nível de óleo, mas neste ano tivemos algum mau gerenciamento, por isso precisamos modificar o sistema do tanque de óleo.”

"No segundo dia, tivemos um problema mecânico e ainda não sabemos a causa. Isso foi mais grave, eu acho. Nós precisamos descobrir o que está causando o problema.”

Quando questionado se os problemas poderiam comprometer o início de temporada da Honda, Hasegawa disse: "O tanque de óleo definitivamente não vai. O problema mecânico, eu não sei. Estamos confiantes, mas é uma preocupação."

Últimas especificações

A Honda deve apresentar o seu motor na especificação para Melbourne no segundo teste de Barcelona na próxima semana, mas seu plano pode ser impactado pelos resultados da investigação de suas falhas.

A unidade de potência defeituosa foi removida do carro na terça-feira e voou imediatamente de volta ao Japão, onde a análise completa está ocorrendo. Ainda não houve uma resposta sobre o que a fez parar.

Se o trabalho revelar uma falha no projeto do motor, isso pode afetar o desenvolvimento da nova unidade.

Perguntado se o novo motor que será usado na próxima semana será a especificação de Melbourne, Hasegawa disse: "Sim. Deverá ser, mas nós tivemos um problema mecânico, por isso estou discutindo com a fábrica o que vamos fazer."

Relações tensas

Com grandes esperanças de que a Honda possa fazer grandes melhorias nesta temporada, o início conturbado dos testes foi um golpe para a McLaren, e em particular para Fernando Alonso.

Enquanto publicamente ambos os lados estão mantendo a cordialidade, as relações entre Honda e McLaren nos bastidores estão tensas.

"Nos testes, é claro. É um momento que precisamos superar um monte de problemas", explicou Hasegawa. "Então às vezes precisamos discutir, precisamos ter uma discussão construtiva, mas acho que estamos fazendo um trabalho muito bom e temos um relacionamento muito bom."

compartilhar
comentários
GALERIA: Veja "grid" baseado nos tempos da semana
Artigo anterior

GALERIA: Veja "grid" baseado nos tempos da semana

Próximo artigo

VÍDEO: Confira adesivagem da nova Ferrari na fábrica

VÍDEO: Confira adesivagem da nova Ferrari na fábrica