Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
12 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
40 dias

Hulkenberg admite que futuro na F1 está fora de seu alcance

compartilhar
comentários
Hulkenberg admite que futuro na F1 está fora de seu alcance
Por:
19 de set de 2019 16:34

Piloto da Renault insiste que ele ainda tem "chances realistas" de encontrar um lugar no grid para 2020

A confirmação de hoje de que Romain Grosjean permanecerá na Haas retirou uma das principais opções de Nico Hulkenberg na F1 de 2020, embora o alemão tenha minimizado a notícia, insistindo que sabia com bastante antecedência que a porta havia se fechado.

As possibilidades óbvias restantes estão na Alfa Romeo, onde Antonio Giovinazzi ainda não foi confirmado, e na Williams, após o anúncio de hoje de que Robert Kubica não ficará na equipe.

Hulkenberg começou sua carreira na F1 na Williams em 2010, tendo como companheiro de equipe, Rubens Barrichello.

Leia também:

"Acho que você vê e conhece quais assentos estão disponíveis", disse Hulkenberg. "Acho isso bastante óbvio. No momento, está em grande parte fora do meu controle, das minhas mãos."

"Só precisamos de um pouco mais de tempo. Acho que ainda existem possibilidades e chances realistas, mas neste jogo você nunca pode ter tanta certeza."

Perguntado se ele ficou desapontado com as notícias da Haas, ele disse: "Não, porque eu não fui atrás deste acordo, e não seguimos adiante, não nos reunimos com a Haas.”

"A Haas era uma opção, e estávamos conversando, isso não é segredo, mas nós simplesmente não nos reunimos para isso, não podíamos ter um acordo."

A Alfa Romeo continua sendo uma possibilidade para Hulkenberg, que é o favorito do chefe da equipe, Fred Vasseur, para quem guiou nas F3 e F2. Ele reconheceu que a conexão era útil.”

"Nós nos conhecemos há muitos anos, ele é o cara que me trouxe aqui [para a Renault], com quem eu fiz o acordo no final."

Hulkenberg também reconheceu que teria que considerar as dificuldades atuais da Williams, caso lhe fosse oferecida a chance de retornar à equipe que iniciou sua carreira na F1.

"Por mais que eu queira continuar na F1, para mim isso precisa fazer sentido. Precisa ser sensato, precisa ser o trato certo. Não estou desesperado para permanecer na F1 e aceitar qualquer coisa."

"Não estou desrespeitando a Williams agora, quero dizer, em geral, globalmente, mesmo com a Haas, isso é a coisa mais importante para mim."

Quanto à chance mínima de ser o companheiro de Max Verstappen na Red Bull, caso a equipe olhe para fora do atual grupo de pilotos, ele disse: "Eu não diria não a esse carro. Acho que você precisaria aceitar. Obviamente, seria um grande desafio. Como sabemos, Max é um matador e é um dos mais rápidos."

Hulkenberg insistiu que ainda não olhou para oportunidades em potencial em outras categorias, como a Fórmula E.

"Honestamente, não analisei essas opções. Acho que houve interesse de pessoas de dentro desta categoria, mas realmente não busquei isso.”

"Minha cabeça ainda está aqui. E isso seria algo que eu consideraria se soubesse que as coisas não estavam indo adiante aqui. Mas, por enquanto, não."

O maior 'sem pódio' da F1

Nico Hulkenberg continua amargando um recorde negativo em sua carreira na F1: o piloto com maior número de participações sem conquistar um pódio sequer. Confira como está o ranking: 

Galeria
Lista

20. Sebastien Buemi - 55 GPs (2009-2011), melhor resultado é o 7° lugar nos GPs da Austrália 2009 e Brasil 2009.

20. Sebastien Buemi - 55 GPs (2009-2011), melhor resultado é o 7° lugar nos GPs da Austrália 2009 e Brasil 2009.
1/20

Foto de: Alessio Morgese

19. Alex Caffi, 56 GPs (1986-1992), o melhor resultado é o 4° lugar em Monaco-1989.

19. Alex Caffi, 56 GPs (1986-1992), o melhor resultado é o 4° lugar em Monaco-1989.
2/20

Foto de: LAT Images

18. Arturo Merzario, 57 GPs (1972-1979), o melhor resultado é o 4° lugar no Brasil-1973, África do Sul 1973 e Itália 1974.

18. Arturo Merzario, 57 GPs (1972-1979), o melhor resultado é o 4° lugar no Brasil-1973, África do Sul 1973 e Itália 1974.
3/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

17. Jean-Eric Vergne, 58 GPs (2012-2014), melhor resultado é o 6° lugar no Canadá 2013 e Cingapura 2014.

17. Jean-Eric Vergne, 58 GPs (2012-2014), melhor resultado é o 6° lugar no Canadá 2013 e Cingapura 2014.
4/20

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

16. Paul di Resta, 59 GPs (2011-2013, 2017), o melhor resultado é o 4° lugar em Cingapura 2012 e Bahrein 2013.

16. Paul di Resta, 59 GPs (2011-2013, 2017), o melhor resultado é o 4° lugar em Cingapura 2012 e Bahrein 2013.
5/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

15. Esteban Gutiérrez, 59 GPs (2013-2014, 2016), o melhor resultado é o 7° lugar no Japão 2013.

15. Esteban Gutiérrez, 59 GPs (2013-2014, 2016), o melhor resultado é o 7° lugar no Japão 2013.
6/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

14. Erik Comas 59 GPs (1991-1994), o melhor resultado é o 5° lugar na França 1992.

14. Erik Comas 59 GPs (1991-1994), o melhor resultado é o 5° lugar na França 1992.
7/20

Foto de: LAT Images

13. Satoru Nakajima, 74 GPs (1987-1991), o melhor resultado é o 4° lugar na Grã Bretanha 1987 e Austrália 1989.

13. Satoru Nakajima, 74 GPs (1987-1991), o melhor resultado é o 4° lugar na Grã Bretanha 1987 e Austrália 1989.
8/20

Foto de: LAT Images

12. Piercarlo Ghinzani, 76 GPs (1981, 1983-1989), o melhor resultado é o 5° lugar em Dallas 1984.

12. Piercarlo Ghinzani, 76 GPs (1981, 1983-1989), o melhor resultado é o 5° lugar em Dallas 1984.
9/20

Foto de: LAT Images

11. Vitantonio Liuzzi, 80 GPs (2005-2007, 2009-2011), o melhor resultado é o 6° lugar na Coreia 2010.

11. Vitantonio Liuzzi, 80 GPs (2005-2007, 2009-2011), o melhor resultado é o 6° lugar na Coreia 2010.
10/20

Foto de: Lorenzo Bellanca / Motorsport Images

10. Marc Surer, 81 GPs (1979-1986), o melhor resultado é o 4° lugar no Brasil 1981 e na Itália 1985.

10. Marc Surer, 81 GPs (1979-1986), o melhor resultado é o 4° lugar no Brasil 1981 e na Itália 1985.
11/20

Foto de: Jean-Philippe Legrand

9. Jonathan Palmer, 83 GPs (1983-1989), o melhor resultado é o 4° lugar na Austrália 1987.

9. Jonathan Palmer, 83 GPs (1983-1989), o melhor resultado é o 4° lugar na Austrália 1987.
12/20

Foto de: LAT Images

8. Carlos Sainz Jr., 95 GPs (2015 -...), o melhor resultado é o 4° lugar em Cingapura 2017.

8. Carlos Sainz Jr., 95 GPs (2015 -...), o melhor resultado é o 4° lugar em Cingapura 2017.
13/20

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

7. Ukyo Katayama, 95 GPs (1992-1997), o melhor resultado é o 5° lugar no Brasil 1994 e San Marino 1994.

7. Ukyo Katayama, 95 GPs (1992-1997), o melhor resultado é o 5° lugar no Brasil 1994 e San Marino 1994.
14/20

Foto de: LAT Images

6. Marcus Ericsson, 97 GPs (2014 a 2018), melhor resultado foi o 8º lugar na Austrália 2014.

6. Marcus Ericsson, 97 GPs (2014 a 2018), melhor resultado foi o 8º lugar na Austrália 2014.
15/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

5. Pedro Paulo Diniz, 98 GPs (1995-2000), o melhor resultado é o 5° lugar em Luxemburgo 1997 e na Bélgica 1998.

5. Pedro Paulo Diniz, 98 GPs (1995-2000), o melhor resultado é o 5° lugar em Luxemburgo 1997 e na Bélgica 1998.
16/20

Foto de: Sauber

4. Philippe Alliot, 109 GPs (1984-1990, 1993-1994), o melhor resultado é o 5º lugar em San Marino 1993.

4. Philippe Alliot, 109 GPs (1984-1990, 1993-1994), o melhor resultado é o 5º lugar em San Marino 1993.
17/20

Foto de: LAT Images

3. Pierluigi Martini, 118 GPs (1984-1985, 1988-1995), o melhor resultado é o 4° lugar em San Marino 1991 e Portugal 1991.

3. Pierluigi Martini, 118 GPs (1984-1985, 1988-1995), o melhor resultado é o 4° lugar em San Marino 1991 e Portugal 1991.
18/20

Foto de: LAT Images

2. Adrian Sutil, 128 GPs (2006-2011, 2013-2014), o melhor resultado é o 4° lugar na Itália 2009.

2. Adrian Sutil, 128 GPs (2006-2011, 2013-2014), o melhor resultado é o 4° lugar na Itália 2009.
19/20

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

1. Nico Hulkenberg, 170 GPs (2010, 2012 -...), melhor resultado é o 4° lugar na Bélgica 2012, Coreia 2013 e Bélgica 2016.

1. Nico Hulkenberg, 170 GPs (2010, 2012 -...), melhor resultado é o 4° lugar na Bélgica 2012, Coreia 2013 e Bélgica 2016.
20/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

 

Próximo artigo
Ferrari tem novo 'bico'; veja atualizações aerodinâmicas direto do paddock em Singapura

Artigo anterior

Ferrari tem novo 'bico'; veja atualizações aerodinâmicas direto do paddock em Singapura

Próximo artigo

Vettel admite má fase: "Não é meu melhor momento"; Ferrari reafirma apoio ao alemão

Vettel admite má fase: "Não é meu melhor momento"; Ferrari reafirma apoio ao alemão
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg Compre Agora
Autor Adam Cooper